iFood adquiriu mais uma startup de delivery: Pedidos Já

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

6 de agosto de 2018 às 19:10 - Atualizado há 2 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

O iFood anunciou a compra da operação brasileira da Pedidos Já, sua concorrente uruguaia de aplicativo de delivery de refeições. Na aquisição, o iFood vendeu a participação de sua atuação na Argentina para a Pedidos Já. O valor das aquisições não foi divulgado.

Com a aquisição, o iFood afirma que amplia sua base de restaurantes e clientes e fortalece sua liderança de mercado. “A Pedidos Já é uma marca muito querida. Quando falamos em pedidos online, a companhia foi pioneira em educar o brasileiro e conta com uma base de cerca de 15 mil restaurantes pelo Brasil”, disse Alex Anton, diretor responsável pelas operações de aquisições da startup.

Além do Brasil, a Pedidos Já atua também em outros seis países da América Latina. Já o iFood está presente também no México, Colômbia e Argentina.

Uma das formas em que a startup está conquistando a concorrência ao longo de seus sete anos de atuação no país é através da aquisição de startups. O iFood adquiriu a SpoonRocket, startup de delivery criada no Vale do Silício, em 2016, buscando reduzir o tempo de espera dos consumidores em até 50%.

No mesmo ano, o iFood também adquiriu a Sindelantal, plataforma de delivery de comida do México. Já em 2017, a startup adquiriu a Mercadoni, serviço de entrega de compras em supermercados, farmácias, pet shops e outros locais.

E as aquisições não param por aí – na semana passada o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) aprovou a compra da Rapiddo, startup de entregas criada pela Movile. As duas empresas já eram próximas antes da aquisição porque pertencem ao Grupo Movile – conheça quem é a Movile.

Baixe já o aplicativo da StartSe
App StorePlay Store