Fintech brasileira de crédito pessoal Rebel capta R$ 167 milhões

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

12 de agosto de 2019 às 12:09 - Atualizado há 2 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

A fintech de crédito Rebel levantou R$ 167 milhões através de debêntures, títulos de dívida emitidos para captação de recursos. Os papéis foram adquiridos pela XP Asset Management, Franklin Templeton, entre outros. A VERT Capital foi a responsável pela estruturação da operação.

O capital será utilizado para auxiliar na captação de novos clientes e trazer opções de crédito pessoal com menores taxas de juros. De acordo com André Botelho Bastos, chefe de finanças da empresa, a Rebel é capaz de “avaliar e precificar” uma solicitação de crédito em minutos, devido ao uso de machine learning e inteligência artificial.

Esta é a segunda emissão de títulos da startup. No final do ano passado, a Rebel captou R$ 16,6 milhões da mesma maneira. Ainda em 2018, em outubro, a startup recebeu um aporte de US$ 4 milhões da XP Asset Management, Point Break Capital, monashees+ e JMalucelli.

A Rebel, que está em operação desde 2017, oferece crédito pessoal de até R$ 25 mil e juros a partir de 2% ao mês.