Nubank cria uma nova função atrelada à NuConta que ajuda a guardar dinheiro

João Ortega

Por João Ortega

18 de abril de 2019 às 13:31 - Atualizado há 2 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 22 a 25/Fev - 2021, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

O Nubank apresentou nesta terça-feira (16) uma nova função para a NuConta, sua conta digital. Em breve, clientes do banco poderão separar parte de seu dinheiro em uma reserva, da qual não haverá retirada ou transferências. A ideia é que os usuários consigam economizar recursos de forma mais simples e organizada.

A função, batizada objetivamente de “Guardar Dinheiro”, mantém o mesmo rendimento da NuConta: 100% do CDI. Nada muda também em relação à liquidez; no caso de uma emergência, por exemplo, o cliente pode retirar o dinheiro na hora. É, portanto, uma ferramenta apenas de organização financeira, e não um novo serviço bancário da startup.

Esta função foi um pedido dos clientes do Nubank. Na NuCommunity, comunidade dos usuários do banco digital, um tópico foi aberto no dia 9 de abril sobre o tema, intitulado pelo cliente como “Função Cofrinho”. A assessoria da startup, porém, esclareceu que o projeto já estava sendo desenvolvido antes da abertura do tópico, mas que a ideia de fato surgiu por causa de pedidos de clientes.

Nesse sentido, é um bom exemplo de como o relacionamento com o consumidor pode melhorar a operação do Nubank. O caso pode servir de inspiração para qualquer empresa que queria criar um negócio focado no cliente.

A ferramenta “Guardar Dinheiro” está disponível para uma quantidade restrita de clientes com o aplicativo em dispositivos Android. Em seguida, uma base de testadores com iOS receberão acesso a função. Ainda não foi divulgada uma previsão para que ela chegue a todos os consumidores.