Fintech Neon tem 60 vagas de emprego abertas

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

22 de janeiro de 2019 às 15:33 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Se 2018 foi o ano das fintechs no Brasil, a expectativa é que neste ano a tendência continue. A Neon, fintech de contas digitais, planeja um grande crescimento para 2019 – e começa abrindo vagas para mais de 60 profissionais.

Segundo a empresa, são 12 tipos de cargos disponíveis para a contratação de 63 pessoas nas áreas de Tecnologia, Metodologia Ágil, Produto, Cadastro, Business Intelligence, entre outras. As posições vão de vagas efetivas a estagiários. As vagas estão disponíveis na plataforma Gupy.

Para viabilizar as novas vagas, a startup também está desenvolvendo o “Indicaê”, um programa de indicação de candidatos externos. Já para os quase 200 funcionários que integram a empresa, a intenção é de lançar um programa de desenvolvimento interno, chamado de “Decola”.

“Vamos focar na atração de colaboradores que sejam a cara da Neon, no desenvolvimento da equipe interna e no fortalecimento da nossa cultura”, afirmou Adriano Lima, líder da equipe de Pessoas e Customer Experience da Neon.

Em 2018, a Neon atingiu 190 funcionários e partiu para uma nova sede. Localizada no bairro Jardins, em São Paulo, a cor azul típica da startup está presente em todo o ambiente de trabalho da empresa.

2018 para a Neon

Além de mudar para uma nova sede, a startup recebeu o aporte de R$ 72 milhões e viu seu banco parceiro ser liquidado extrajudicialmente pelo Banco Central.

Isso afetou a operação da fintech por algum tempo, mas ela logo realizou uma nova parceria com o Banco Votorantim. Já no final do ano passado, ela lançou um produto que estava prometendo há algum tempo – uma conta jurídica digital.