Esses vídeos mostram como a Tesla vale mais que montadoras 100 vezes maiores

Avatar

Por Da Redação

9 de novembro de 2015 às 15:05 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A Tesla é um fenômeno. Em bolsa a empresa vale US$ 30 bilhões, mesmo produzindo “só” 55 mil carros por ano. Outras empresas, como a Fiat, produzem milhões de automóveis por ano mas não valem tanto quanto: a empresa italiana, por exemplo, vale apenas US$ 14,8 bilhões na bolsa, metade – mesmo sendo 100 vezes maior que a Tesla.

Outras dezenas de montadoras tradicionais valem menos do que a Tesla, mesmo atualmente infinitamente maiores. São nomes conhecidos como Peugeot, Renault, Mitsubishi, Porsche, Daihatsu, Ferrari, Tata. E o pior de tudo? O mercado não acredita que a Tesla está sobrevalorizada, nem que as tradicionais estão subvalorizadas. Apenas que há uma revolução em curso.

A chave da Tesla está na inovação: o mundo mudou radicalmente nos últimos 5 anos por conta da popularização do smartphone e do barateamento de muitas tecnologias – e a aposta é que essa mudança chegará ao carro nos próximos anos. O Google, a Apple e outras empresas já estão de olho neste mercado, mas a Tesla (e seu CEO, Elon Musk) largou na frente.

Ao contrário do carro do Google, os automóveis da Tesla já estão na rua e são lindos (sabemos que a aparência é fundamental na compra de um carro, certo?). E diferentemente da maioria das montadoras tradicionais seus carros estão de olho no futuro. São elétricos, rápidos e dotados da maior parte de tecnologias que mudam a experiência do carro. Sem emissão, elétricos, eficientes e autônomos. Mas sem deixar de serem bonitos e interessantes. 

A última é a atualização 7.0 do sistema do seu carro, que desde outubro permite que o carro seja semi-autônomo, até mesmo estacionando sozinho. Há inúmeros vídeos na internet que mostram o funcionamento do sistema, que tem impressionado ao evitar diversas colisões. Há até quem deixe-o dirigir e fique ao volante lendo, fazendo a barba ou até mesmo comendo o café da manhã no caminho para o trabalho (algo não permitido por lei).

Tanto no futuro que tem quem diga que a empresa valerá US$ 1 trilhão em valor de mercado quando as suas tecnologias forem comuns. Talvez. Só o futuro sabe. Enquanto isso, basta olhar o futuro do automóvel:

 
Mensagem do Editor

Ei, tudo bom?

Gostaria de agradecer pela visita! Meu nome é Felipe Moreno, sou editor-chefe do StartSe e, como muito de vocês, dono de uma (minúscula) startup de mídia.

E te fazer um pequeno convite: vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui embaixo e eu vou te enviar alguns e-mails para você com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um empreendedor, funcionário, investidor ou apenas interessado neste maravilhoso mundo!

É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Conto muito com a presença de vocês neste papo!
[php snippet=5]