Esse número mostra o quanto o Netflix é melhor que as TVs tradicionais

Da Redação

Por Da Redação

19 de outubro de 2015 às 16:36 - Atualizado há 5 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

O Netflix é um gigante que está cada vez mais consolidado. Nos últimos dias, a gigante do streaming lançou seu primeiro filme original, Beasts of No Nation – e o resultado foi espetacular, ao menos na opinião deste jornalista. 

Ao usar dados para produzir conteúdo, a empresa parece sabe o que está fazendo. Uma anedota explica: ao produzir House of Cards, seu primeiro hit que ultrapassou a barreira dos apaixonados e atingiu o público geral, a empresa sabia que o público gostava do ator Kevin Spacey, do diretor David Fincher e da série original, britânica. Juntou os três e bingo: um sucesso.

Depois dele, muitos outros vieram: Orange is the New Black, Demolidor e Narcos. A maioria das séries aclamadas no momento 

Por conta disso, espera-se muito mais de séries da Netflix do que de seus concorrentes da TV aberta americana, como ABC, NBC, CBS e Fox, muito embora estas também tenham produzido grandes séries e filmes. E um número mostra essa superioridade, de acordo com o site Extreamist. Basta ver a média das avaliações no site Rotten Tomatoes: 

ABC: 67,18%
NBC: 59,50% 
CBS: 65,50%
FOX: 63,84%
Netflix: 71,50%
HBO: 79,65%

Esses números incluem apenas os shows exibidos em horários nobres e mostram uma vantagem do Netflix frente seus adversários da TV aberta. Porém, a empresa perde para o HBO, que possui um modelo parecido e uma reputação ainda melhor do que o Netflix – que, como todo novo player, ainda precisa.