Essas são as 5 startups vencedoras do Fintech Awards Latam 2017

Avatar

Por Lucas Bicudo

27 de abril de 2017 às 17:15 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Cantarino Brasileiro, empresa especializada em comunicação e marketing de relacionamento para o setor financeiro, promoveu o Fintech Awards Latam 2017. Nessa semana, foram anunciadas as startups vencedoras das cinco categorias em disputa: inclusão financeira, tração, disrupção, user experience e modelo de negócios. Ao todo foram avaliados 80 projetos por um júri altamente qualificado

“As fintechs surgem justamente para atender o novo perfil de consumidor, que busca empresas que reflitam suas convicções e valores, que entendam seu comportamento e ofereçam produtos e serviços que superem as expectativas, disponibilizando soluções mais eficientes, baratas e que cultivam uma conexão mais próxima e transparente”, afirma Marcos Cantarino, diretor da Cantarino Brasileiro e idealizador do prêmio, o primeiro da América Latina focado no setor de fintechs.

Esses são grandes cases de startups que estão cada vez mais ganhando tração no mercado. Mas caso você esteja pensando em começar sua empreitada, montamos o e-book gratuito “Startup de A a Z”, com tudo que você precisa saber para dar o pontapé inicial.

Conheça os projetos vencedores:

Inclusão Financeira: Aplicativo gerencia ciclo da cobrança de autônomos

Moneto é um aplicativo de envio e gestão de cobranças e pagamentos online para MEI’s e autônomos, que acelera o recebimento do dinheiro das vendas, com o menor nível de inadimplência possível. A solução reduz a zero o contato humano entre cobrador e pagador. Segundo a empresa, “a solução se destina aos 55 milhões de profissionais autônomos economicamente ativos e desbancarizados, 5 milhões de profissionais de venda direta, 10 milhões de microempreendedores individuais economicamente ativos, que acumulam funções na empresa e têm dificuldade em realizar cobranças”. Sem taxas de adesão, mensalidades, uso de conta bancária, avaliação de CPF e SERASA, por exemplo, a startup faz o dinheiro das vendas chegar eletronicamente até o empreendedor por meio da transferência para um cartão pré-pago Mastercard Internacional. O valor ainda pode ser sacado em mais de 13 mil lotéricas.

Tração: Investimento imobiliário a partir de R$ 1 mil

URBE.ME é uma empresa de investimento imobiliário online (crowdinvesting). A partir de R$ 1 mil, a fintech garante rendimentos de 20% anuais. Segundo a empresa, na fase de incorporação a rentabilidade é superior à da renda fixa. A startup é regulada pela CVM e todos os projetos passam por avaliação antes de serem lançados na plataforma. Os incorporadores precisam estruturar ofertas públicas de investimento, já que antes só conseguiam acessar capital por meio de seu relacionamento. Após a estruturação e acompanhamento do projeto junto a CVM, a URBE faz a captação por meio da sua rede e de parceiros, acompanhando todo o processo. Do outro lado, atende a investidores que procuram diversificar seus investimentos com garantia e altas rentabilidades que, de acordo com a empresa, não são encontradas hoje no mercado.

Disrupção: Transferência de dinheiro a baixo custo

A chilena CryptoMarket oferece uma plataforma de negociação eletrônica, que permite, de forma inclusiva, receber e enviar valores (ethereum ETH) digitalmente em segundos e em qualquer lugar do mundo. A empresa, que integra 600 milhões de pessoas na América do Sul, oferece um novo modo de fazer pagamentos internacionais, com taxas menores que 1%.  Além disso, provê aos usuários registrados o uso da tecnologia Blockchain com contratos inteligentes, as “carteiras”, para a transferência de dinheiro digital. A tecnologia também gera automaticamente ordens de compra e venda por meio da funcionalidade Instant Exchange, segundo as condições de mercado. A plataforma CryptoMKT permite escolher, adquirir ou vender valores digitais via ordens de mercado e conhecer os detalhes de cada operação no registro histórico.

User Experience: A revolução do crowfuning no Brasil

A Kickante captou, em apenas três anos de existência, mais de R$ 40 milhões, impulsionando projetos, vidas e sonhos de mais de 50 mil brasileiros. Um dos diferenciais da empresa é não haver investimento inicial ou riscos para o empreendedor, que paga apenas sobre o que arrecada. A fintech avalia que quebrou o conceito de que crowdfunding é vaquinha e o ressignificou como um formato profissional, uma vez que trata criadores e financiadores de maneira segmentada, utiliza o conceito white label e foi primeira a fechar parceria com grandes empresas brasileiras.

Segundo a empresa, 17% dos contribuidores doam mais de uma vez, 5% doam mais de 10 vezes, há casos de clientes que doaram mais de 80 vezes e 25% dos criadores lançaram mais de uma campanha. Atualmente, a Kickante é a maior plataforma de crowdfunding do Brasil e conta com mais de 500 mil brasileiros que contribuem e financiam o sonho de 50 mil criadores de campanhas.

Modelo de Negócios: Solução permite que leigos escolham as melhores aplicações financeiras do mercado

Magnetis desenvolveu um bot-advisor que permite que pessoas, com pouco conhecimento em finanças, optem pelas melhores aplicações financeiras disponíveis. A solução cria um plano sob medida, feito por algoritmos que analisam perfil e objetivos de cada um. Por serem elaboradas de forma imparcial, as recomendações deixam de ser enviesadas, eliminando conflito de interesses normalmente presente nas indicações dos bancos tradicionais. Segundo a empresa, seu modelo de negócio democratiza o acesso a esse tipo de consultoria que, tradicionalmente, era acessível somente a pessoas com muito dinheiro para investir.

Para aplicar, é preciso abrir uma conta na corretora parceira, Easynvest. O serviço contratado, que é gratuito, foi testado por mais de 25 mil pessoas e assegura investimentos mais inteligentes e com menor custo. O valor mínimo é de R$ 15 mil e todas as carteiras possuem uma combinação de ativos pensada para maximizar a rentabilidade e minimizar os riscos de acordo com o perfil de cada pessoa. O uso de algoritmos faz com que os custos de consultoria da Magnetis sejam menores que dos bancos ou assessorias tradicionais. Com a automatização, o serviço ganha escala e, com isso, os custos são reduzidos.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]