Errou o destinatário? Startup permite anular e-mails enviados acidentalmente

Avatar

Por Júlia Miozzo

15 de junho de 2015 às 16:48 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

SÃO PAULO – Agora é possível “anular” um e-mail enviado sem querer ou que não deveria ser enviado ao destinatário. A startup Criptext oferece exatamente esse serviço, o de revogar um e-mail enviado, mesmo se o destinatário já o abriu e leu. Certamente é uma mão na roda para quem erra o destinatário de um e-mail e o envia para uma pessoa errada.

Cadastre sua startup no StartSe e fale com investidores e mentores. Acessewww.startse.com.br. É gratuito!

A ferramenta, uma extensão para Gmail ou Outlook, opera dentro do e-mail: quando o usuário está escrevendo uma mensagem em algum desses sistemas com a ferramenta ativada, você pode rastrear quando, onde e quem abriu os e-mails ou fez download dos anexos, anular e-mails enviados e inclusive determinar um timer de e-mail, que automaticamente o exclui após determinado período de tempo.

A startup levantou cerca de US$ 500 mil em um uma rodada de investidores privados, que contam com a ICD Group Limited. Segundo o Business Insider, o novo financiamento será utilizado para manter a base de clientes da startup crescente e para melhorar seu produto.

Além do produto de e-mail para empresas, a Criptext também possui um aplicativo de mensagens – que, segundo o CEO Mayer Mizrachi, é único pois é “seguro contra prints de tela”. Nas configurações do Criptext, os usuários podem ativar um modo “privado” de prints de tela, que esconde seu nome na tela do celular de outra pessoa quando essa tira uma captura.