Empresa faz pele artificial humana e busca retardar o envelhecimento

Avatar

Por Júnior Borneli

27 de janeiro de 2018 às 08:40 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Um dos maiores inimigos do ser humano é o envelhecimento. Nas últimas décadas, a expectativa de vida aumentou no mundo todo, mas algumas tecnologias prometem dar um salto maior.

A startup OneSkin, liderada pela brasileira Carolina Reis, é uma das empresas de maior destaque que fabrica pele artificial para utilização em testes da indústria de cosméticos e farmacêutica. Os modelos são tão reais que dispensam, inclusive, os testes em animais, contestados em todo o mundo.

Preparamos um e-book especial sobre o assunto! Para saber mais, acesse aqui.

A empresa utiliza as ferramentas mais avançadas em engenharia de tecidos e biologia molecular para encontrar moléculas capazes de realmente reverter o envelhecimento da pele. Através de uma plataforma única, combina modelos reais de pele humana produzidas e marcadores moleculares para descobrir e produzir a primeira geração de moléculas para produtos antienvelhecimento personalizados, cientificamente comprovada para prevenir ou reverter o envelhecimento.

A OneSkin fica baseada no Vale do Silício, em San Francisco, Estados Unidos, e é uma das empresas mais relevantes na área da saúde.

Para saber mais sobre o Health Tech Conference, acesse o site do evento clicando aqui e garanta já o seu lugar.