Empresa de US$ 150 bilhões aposta suas fichas para virar fornecedora da Apple

Avatar

Por Júlia Miozzo

19 de outubro de 2015 às 11:25 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Um dos esforços atuais da Intel, uma empresa com valor de mercado de US$ 150 bilhões é tornar-se uma das fornecedoras da Apple para fabricação de chips do próximo iPhone. Segundo informações do site VentureBeat, a empresa já possui uma equipe de mil pessoas trabalhando em um projeto que deve garantir a parceria.

Esse projeto é muito importante para garantir a sobrevivência da empresa no longo prazo – conhecida pelos chips para computador, a empresa “perdeu” o salto para o mobile e acabou ficando para trás no segmento. A Apple é um cliente importante com um produto extremamente popular, trazendo a oportunidade de a Intel entrar de vez no novo mercado e de ter parceria de grande volume.

Seria uma parceria mais importante estrategicamente para a Intel do que para a Apple – que já conta com outras fornecedoras, como a Qualcomm -, já que a empresa, uma vez a líder, ficou para trás com a migração para os sistemas mobile. Por conta desse projeto de alta complexidade, a Intel precisa de um “pequeno exército” de pessoas. 

Além do tal projeto, a Intel também tenta se tornar a fabricante do chip SOC do iPhone, o que combina a unidade central do smartphone e os chips de memória e circuitos gráficos. No possível acordo, a Apple continuaria utilizando seus próprios processadores A9 e o seu chip da CPU.