Como os vídeos auxiliam no processo de aprendizagem dos alunos?

Avatar

Por Isabella Câmara

18 de abril de 2018 às 12:30 - Atualizado há 3 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

O vídeo é um dos formatos de conteúdo mais promissores no momento, e hoje é cada vez mais comum vê-los em forma de conteúdo educativo. As partes mais importantes do nosso cérebro são visuais e, por isso, absorvemos melhor as informações que chegam neste formato. Everton Alves, Diretor de Novos Negócios da Samba Tech, esteve presente na EdTech Conference para contar um pouco mais sobre a história da empresa que tem em seu modelo de negócios o vídeo como protagonista.

A Samba Tech aposta, desde 2009, que a comunicação digital por vídeos online seja a grande tendência mundial.
A empresa – que nasceu como uma startup em Minas Gerais – hoje leva treinamentos corporativos e vídeos educativos para empresas e instituições de ensino. Segundo ele, o vídeo é a grande tendência quando falamos de conteúdo online. “Se no ano passado 69% do consumo de internet no mundo foram vídeos, em 2019 serão 80%”, diz.

“Que o vídeo é o conteúdo mais consumido na internet todos sabem. Mas ele traz benefícios importantes para a educação também”, defende Everton. De acordo com ele, 90% das pessoas se lembram mais do conteúdo quando ele é consumido por vídeo. Por outro lado, apenas 65% absorvem o conteúdo em forma de imagens e somente 10% se lembram de conteúdos em textos.

Como os vídeos podem ser uma ferramenta de sucesso?

Para Everton Alves, o vídeo se torna uma ferramenta de sucesso na comunicação quando é agregado a interatividade, personalização e machine learning. “A educação tradicional transformada em vídeo fica chato. A geração atual quer interatividade. O legal é criar discussões e engajar o aluno com o vídeo e criar uma experiência a partir das respostas dos alunos”, diz.

Segundo ele, os usuários não querem mais receber vídeos aleatórios, mas que conversem com suas próprias necessidades. “Cada vez mais os alunos estão buscando vídeos mais personalizados”, afirma. Pensando nisso, a Samba Tech começou a criar vídeos altamente personalizados baseados nas informações de determinada empresa ou pessoa.

[php snippet=5]