Disparada do dólar pode ter feito você pagar mais por um serviço popular; confira

Avatar

Por Júlia Miozzo

20 de agosto de 2015 às 09:16 - Atualizado há 5 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

SÃO PAULO – O Spotify foi uma novidade que chegou e conquistou todo o mundo. Por apenas R$ 14,90, é possível ter acesso a um número ilimitado de músicas, playlists e até ouvir músicas sem consumir a internet. Mesmo com o Apple Music ganhando espaço no mercado de streamings, o Spotify ainda é o líder de mercado no Brasil.

Entretanto, nem todos estavam felizes com o serviço: apesar de ser divulgado que o preço estabelecido era de R$ 14,90 (com promoções que cobram R$ 1,99 nos três primeiros meses), existem alguns usuários do Spotify que estão sendo cobrados em dólar, mais especificamente US$ 7,99. Na cotação desta quarta-feira (19), o valor correspondente em reais seria R$ 27,49 – quase o dobro do que deveria ser cobrado.

E, depois de tanto se perguntar do por que você é diferente dos amigos que pagam o preço normal, saiba que isso só são cobradas em dólar as pessoas que assinam o serviço do Spotify pela App Store do iPhone. Acontece que o iTunes sempre cobra em dólar e, por ser internacional, cobra o valor de origem do aplicativo, de US$ 7,99. O Spotify faz questão de deixar claro na página de assinatura do usuário que, os que optam por fazer a assinatura através do aplicativo, podem pagar até 30% mais pelo mesmo serviço.

Spotify

Como mudar minha assinatura e pagar o valor estabelecido no Brasil?
O portal InfoMoney entrou em contato com o Spotify Brasil e foi informado que, caso sua cobrança apresente algum problema, o primeiro passo é verificar o país ao qual sua conta está vinculada – o que pode alterar na moeda de cobrança. Caso o país vinculado seja o Brasil, você deve entrar em contato com os canais de suporte do Spotify através de seu Twitter, Facebook ou site.

Entretanto, segundo relatos de usuários que tiveram o mesmo problema, para começar a pagar os R$ 14,90 basta cancelar sua assinatura através do seu iPhone. Para isso, você deve ir a Configurações > iTunes Store e App Store > ID Apple > Ver ID Apple > Gerenciar e desativar a renovação automática de assinatura do Spotify Premium.

Em seguida, acesse o site do Spotify em seu computador e faça a assinatura novamente. Dependendo da data em que é cobrada a mensalidade, você pode não conseguir fazer a assinatura novamente – mas terá o serviço Premium até a data e, então, poderá assinar novamente. Cancelando a assinatura, você não será cobrado pelo serviço em dólares.

Fique atento ao recibo de pagamento que você recebe em seu e-mail: se ele vier da App Store ou iTunes, as chances de você pagar o valor em dólar são maiores. Normalmente, quem acessa o serviço pelo site recebe o e-mail do próprio Spotify – e, ao final do recibo, existe a informação: “Lembramos que, ao efetuar o pagamento, você está de acordo com os Termos e Condições EBANX”, sendo EBANX a operadora que recebe os pagamentos do Spotify no Brasil.