Creditas recebe aporte de US$ 231 milhões liderado pelo Softbank

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

10 de julho de 2019 às 11:14 - Atualizado há 2 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 22 a 25/Fev - 2021, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

O esperado aporte do Softbank na Creditas foi realizado. O fundo de investimentos japonês liderou a rodada no valor de US$ 231 milhões. A fintech de empréstimo com garantia passa a valer US$ 750 milhões após o investimento, aproximando-se do status de unicórnio (quando startups atingem o valor de mercado de US$ 1 bilhão).

A Creditas já possui fins estabelecidos para o capital: lançar novos produtos e expandir para fora do Brasil. Assim como foi no Nubank, o México é o país que deve receber a fintech brasileira. A expectativa é de abrir um escritório no local até o final do ano, de acordo com a Bloomberg.

Participaram da rodada os fundos Vision Fund e Latin America Fund (antes chamado de Innovation Fund) do Softbank. Os atuais investidores Vostok Emerging Finance, Santander Innoventures e Amadeus Capital também fizeram aportes na fintech.

Atualmente, a Creditas conta com uma equipe de mais de 700 pessoas. A startup cresceu 5 vezes em 2018 e pretende triplicar suas receitas neste ano. A empresa oferece empréstimos com garantias de imóveis e carros, prometendo taxas mais baixas.

“Embora exista uma grande demanda por empréstimo no Brasil, o mercado é ineficiente”, afirma Akshay Naheta, conselheiro do Softbank Vision Fund, no anúncio. “A Creditas foi pioneira em uma abordagem digital para desenvolver soluções de empréstimo por meio de ativos que são mais flexíveis, mais acessíveis e a um custo menor para os consumidores”.

A empresa brasileira foi fundada pelo espanhol Sergio Furio (foto em destaque) em 2012. A fintech foi inicialmente chamada de BankFacil. “Na Creditas, nós buscamos incessantemente levar uma experiência incrível ao cliente, com eficiência e preços mais baixos, para democratizar o acesso a empréstimos mais baratos no Brasil. Com este investimentos,  nós planejamentos acelerar este processo e expandir cada vez mais nosso modelo de negócio para melhorar a vida de mais brasileiros”, diz o CEO da startup.