Startup Decora é comprada por empresa americana por US$ 100 milhões

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

15 de março de 2018 às 18:13 - Atualizado há 3 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

A startup Decora, que cria cenários customizados de ambientes utilizando realidade aumentada e 3D, foi comprada por US$ 100 milhões pela empresa global de criação de conteúdo para moda e decoração CreativeDrive.

A startup foi fundada em 2012 pelos estudantes de administração Gustavo do Valle e Paulo Orione buscando criar uma solução customizável e escalável para empresas de móveis e decoração. A startup produz cenários para que as empresas, marketplaces e e-commerces exponham seus produtos online, utilizando tecnologias convencionais, 3D e realidade aumentada. Antes da solução da Decora, as empresas pediam a estúdios que criassem cenários e qualquer mudança necessária era feita manualmente, o que atrasava o processo.

Os cenários da Decora podem ser editados de maneira eficiente e fácil, permitindo que os clientes adicionem ou removam objetos de acordo com a própria necessidade, por um custo menor. Veja como a startup utiliza a realidade aumentada:

Apenas este ano, a Decora está trazendo 15 mil modelos de produtos em 3D e 7 mil cenários digitais. A startup possui clientes da América Latina e Estados Unidos, como Bed, Bath & Beyond, Target, Portobello e Mobly.

“CreativeDrive é o principal parceiro estratégico para a Decora. Eles trabalham com marcas e empresas líderes na indústria, possuem uma reputação por alta qualidade, eficiência e cuidado com o consumidor, com um alcance verdadeiramente global. Juntos, nós criaremos conteúdos inspiradores para nossos clientes enquanto daremos eficiência significativa ao processo de criação de conteúdo”, afirmou Gustavo do Valle, CEO da startup, que continuará na função mesmo após a aquisição. Comprar startups é uma das maneiras como empresas estabelecidas se mantém competitivas e conquistam a concorrência – conheça todas as formas no Corporate Startup Innovation.

[php snippet=5]