Conheça a startup que ajudou consumidores a economizar R$ 1,5 milhão

Avatar

Por Júnior Borneli

27 de fevereiro de 2015 às 10:46 - Atualizado há 6 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Quem não sabe ou se sente constrangido em pedir um descontinho na hora de comprar um produto ou serviço, já pode contratar negociadores profissionais para dar uma mãozinha. Esta é a proposta da startup SeuNegociador. Em um ano de funcionamento, a empresa já gerou economia de R$ 1,5 milhão para 40 mil clientes atendidos.

“Muita gente tem vergonha de pedir desconto ou não sabe como fazer isso. Quando consegue, é um valor mínimo. Nosso papel é evitar essa dor de cabeça, além de dar um alívio para o bolso do consumidor”, diz Ednei Braga, sócio-fundador da empresa junto a Lucas Mol. Paga-se por negociação feita: 20% do valor da redução obtida fica com a companhia.

Os quatro negociadores da startup utilizam técnicas para conseguir abatimentos. “Propomos um preço bem abaixo do que é pedido para que possamos negociar o valor para cima, por exemplo. Imagine um apartamento de R$ 500 mil. Nós damos o valor inicial de R$ 400 mil, o corretor ou proprietário vai barganhar e, por fim, fechamos em R$ 450 mil”, conta Lucas Mol sobre uma das estratégias.

Para transações únicas e com altos valores envolvidos, os negociadores entram em cena. Para compras corriqueiras e de menor ticket, os clientes contam com uma rede de prestadores de serviço e comerciantes que oferecem descontos de até 50% aos associados da SeuNegociador. O litro da gasolina, por exemplo, sai 12 centavos mais barato. Restaurantes, cinemas, loja de tênis, ótica e cursinho pré-vestibular estão entre os locais parceiros, além das marcas Sony, Philco, HP e Eletrolux.

O público atendido é composto por todas as faixas de renda. “Todo mundo quer pagar menos”, afirma o empreendedor. Algumas empresas também utilizam o serviço – a ideia é ampliar esse tipo de parceria. Há pouco mais de um ano no mercado, o SeuNegociador atua em Brasília (DF), mas pretende expandir sua atuação para todo o Brasil e dobrar o faturamento até o fim de 2015, atingindo R$ 2 milhões.

Fonte: Press Work