Conheça o Consume, novo aplicativo de localização de estabelecimentos

Como diferencial, o aplicativo tem a busca de estabelecimentos próximos à localidade do usuário do aplicativo, mapeando a região com indicação dos pontos com melhor avaliação destacados em azul

Avatar

Por Júlia Miozzo

24 de fevereiro de 2015 às 11:20 - Atualizado há 5 anos

SÃO PAULO – Aplicativos que facilitam a busca por bares, restaurantes, lojas e demais estabelecimentos são muito comuns e valorizados atualmente, principalmente se mostram as opiniões e avaliações de outras pessoas.

O aplicativo Consume, que neste mês recebeu nova atualização e funcionalidades, busca os estabelecimentos através de ferramentas simples, além de disponibilizar gráficos de preço, produto e atendimento e a avaliação do consumidor.

Como diferencial, o aplicativo tem a busca de estabelecimentos próximos à localidade do usuário do aplicativo, mapeando a região com indicação dos pontos com melhor avaliação destacados em azul – enquanto os que estão em vermelho não possuem boas indicações. Outra novidade é a procura por meio de hashtags: o consumidor busca através de palavras chaves por diversos estabelecimentos e o resultado aparece no mapa.

De acordo com o fundador, José Jarbas, o Consume foi desenvolvido para facilitar a vida de todas as pessoas. “Um dos grandes diferenciais do aplicativo é a simplicidade para encontrar os locais. Nos demais apps, você demora muito analisando as fotos dos estabelecimentos, lendo as resenhas e avaliações dos clientes satisfeitos e insatisfeitos, preços e até informações desnecessárias, que para quem está fazendo uma busca rápida, acaba atrapalhando. No Consume esse processo é realizado em poucos cliques e por meio de palavras chaves”, disse.

O Consume já está presente em mais de 10 países, com mais de 5,5 mil estabelecimentos cadastrados, pretendendo crescer ainda mais. “Nosso foco é virar referência na busca de lugares descolados como bares, restaurantes, hotéis, shoppings, bibliotecas, eventos culturais e baladas em uma escala mundial”, disse José.