Como saber se sua empresa já é bem sucedida (ou um fracasso)

Avatar

Por Júlia Miozzo

23 de junho de 2015 às 13:18 - Atualizado há 6 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

SÃO PAULO – Muitos empreendedores se perguntam quando vão, finalmente, alcançar o sucesso de sua startup. Podem se passar muitos anos de trabalho e, ainda assim, a maioria acredita que ainda não chegou lá.

Existem alguns sinais, entretanto, que mostram aonde você se encontra nesse processo e o que precisa fazer. Confira os mais importantes, segundo o Entrepreneur:

Siga as métricas
Cerca de 2,5 quintilhões de bytes de dados são criados diariamente apenas por consumidores – reclamações, elogios, comentários, menções, etc. E com as muitas ferramentas de métricas disponíveis, é possível ter uma visão das preferências do consumidor e se adaptar a elas.

Elas oferecem cada detalhe de seu negócio, como onde você está errando e onde está acertando. Utilize-as para potencializar o sucesso.

Longevidade
Considerando que se estima que 49% dos negócios vão à falência nos primeiros cinco anos, quando um negócio passa essa marca, é provável que esteja indo bem. Nenhum negócio apresenta resultados desde o primeiro dia – e, se apresentar, não existe a certeza de que ele continuará assim.

Construa sua startup para que tenha sucesso a longo termo, pensando no futuro.

Escute seus iguais
Além dos benefícios que construir uma rede de contatos pode trazer, outros empreendedores podem te dizer como seu negócio está indo, tal como dar dicas para melhorar.

Escute seus consumidores
Estamos em uma era em que os consumidores levam para as redes sociais qualquer má experiência que tiveram com uma empresa, marca ou produto. Por isso é importante que os empreendedores sejam proativos para medir as atitudes de seus consumidores.

Abrir uma linha de comunicação com eles e procurar mudanças para que seu produto ou serviço ressoe o desejo deles.