Com perdas bilionárias, Uber decide vender operações para chinesa Didi

Da Redação

Por Da Redação

1 de agosto de 2016 às 11:53 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Uber planejava gastar bilhões de dólares para conseguir competir no mercado chinês com sucesso. Bilhões que deverão ser gastos em outras áreas: o aplicativo, a maior startup do mundo, resolveu vender suas operações no gigante asiático para seu maior rival, o Didi Chuxing.

As duas companhias estavam em uma guerra de lucratividade, que acaba agora com a fusão da Didi com as operações da Uber. Contudo, as duas empresas vão manter as marcas separadas, assim como os aplicativos e operações para companhias de cada uma. Contudo, o backend será fundido, já que a Didi promete juntar “o expertise e experiência da gerência e da tecnologia de ambos os grupos).

A Uber terá 5,89% da empresa, o que será o equivalente a 17,7% da Didi Chuxing. Os investidores da Uber chinesa, por razões legais uma entidade separada, deverão ter 2,3% da companhia. “Uber e Didi estão investindo bilhões de dólares na China e ambas as companhias ainda precisam alcançar o lucro lá. E isso é a única forma de construir um negócio sustentável que serve aos interesses dos usuários e motoristas chineses”, afirma Travis Kalanick, CEO da Uber, em uma postagem do blog da companhia que foi obtido pelo TechCrunch.

O anúncio oficial não afirma quanto dinheiro está sendo movimentado, mas a Didi, com 15 milhões de motoristas e 300 milhões de usuários, também terá uma participação minoritária na Uber global. A Uber chinesa era a segunda colocada no mercado de lá: o Didi tinha levantado mais dinheiro, valia mais (US$ 28 bilhões contra US$ 7 bilhões) e tinha mais motoristas e usuários.

(Via TechCrunch)

Mensagem do Editor
Ei, tudo bom?
Gostaria de agradecer pela visita! Meu nome é Felipe Moreno, sou editor-chefe do StartSe e, como muito de vocês, dono de uma (minúscula) startup de mídia.
E vou te fazer um pequeno convite: vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui embaixo e eu vou te enviar alguns e-mails para você com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um empreendedor, funcionário, investidor ou apenas interessado neste maravilhoso mundo!
É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Conto muito com a presença de vocês neste papo!
[php snippet=5]
E não é só isso! Você tem alguma sugestão de pauta? Quer conversar sobre sua startup? Assessora alguma empresa? Tem alguma dica que pode ajudar outros leitores? Quer ter a SUA matéria publicada no site?
O StartSe quer ouvir de VOCÊ, nosso leitor, o que precisamos fazer para melhorar cada vez mais o site! Deixamos o form abaixo para você, mas se quiser, basta mandar um e-mail para redacao@startse.com.br!
 [contact_bank form_id=3]
[php snippet=9]
E por último, não esqueçam de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook! Lá poderemos debater tecnologia, inovação, startups, empreendedorismo e criar um ambiente saudável de troca de opiniões e networking!