CEO de 14 anos, mais jovem dos EUA, recusa proposta de US$ 30 milhões

Ideia milionária de Taylor Rosenthal envolve máquina de primeiros socorros

Avatar

Por Paula Zogbi

20 de Maio de 2016 às 13:35 - Atualizado há 4 anos

SÃO PAULO – O CEO mais novo dos Estados Unidos acaba de recusar US$ 30 milhões (cerca de R$ 108 milhões). De acordo com o CNN Money, Taylor Rosenthal, de apenas 14 anos, rejeitou uma proposta de compra da sua ideia de startup: uma máquina de venda automática de produtos para primeiros socorros. 

O garoto participou na semana passada do evento TechCrunch Disrupt, conhecido por ser líder em reunir ideias inovadoras de startups. Ele acredita que sua ideia, que já recebeu investimentos totais de US$ 100 mil, vale pelo menos US$ 50 milhões.

Sua empresa, a RecMed, foi lançada em 2015 como um projeto de colégio: percebendo a dificuldade que tinha em encontrar curativos quando se machucava jogando beisebol, o garoto imaginou que seria uma boa ideia oferecer produtos farmacêuticos simples em máquinas – as mesmas que oferecem salgadinhos.

A priori, ele queria abrir pequenas lojas temporárias que funcionariam apenas durante os campeonatos estudantis, mas logo percebeu que não valeria a pena pagar vendedores só para isso.

Depois de consultar seus pais, que trabalham na indústria médica, Taylor chegou a um protótipo e conseguiu uma patente.

Cada máquina da RecMed é vendida por US$ 5,5 mil. A empresa acaba de receber uma encomenda de 100 unidades pela rede de parques temáticos Six Flags. Atualmente, a empresa funciona na aceleradora The Round House, que investiu US$ 50.000 em troca de uma participação de 20% na startup.