Case Biomimetic Solutions: mulheres na liderança, pesquisa e muita tecnologia!

Avatar

Por Lucas Bicudo

25 de setembro de 2017 às 17:05 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Biomimetic Solutions (confira seu perfil no StartSe) é uma startup oferece tecnologia para o segmento de engenharia de tecidos, que combina engenharia de materiais e biologia celular para produção de órgãos e tecidos humanos em laboratório. Trata-se de uma spin-off acadêmica, que surgiu dos laboratórios de Biomateriais e Polímeros do CEFET-MG

“Nossa estratégia de entrada de mercado é com a venda de uma matriz tridimensional, denominada de scaffold, para crescimento de pele equivalente e outros tecidos para indústrias de cosméticos e farmacêuticas que querem eliminar ou minimizar o uso de animais em testes”, comenta a engenheira de materiais Ana Elisa Antunes.

Esse é um case bacana. A equipe é formada por cinco mulheres: duas pesquisadoras e professoras do CEFET-MG, Aline Bruna da Silva e Roberta Viana; e três engenheiras de materiais, Ana Elisa Antunes, Lorena Viana e Alana Benz. Elas acabaram de levar o Startup Games 2017, edição de Belo Horizonte.

“O evento foi uma excelente oportunidade para aprimorarmos nossa negociação e ganhar visibilidade. Como nossa tecnologia é ousada e nossos objetivos audaciosos, tivemos como estratégia buscar investidores que compartilhem do mesmo sentimento, que entendam da importância que uma empresa de biotecnologia tem na economia do país”, faz coro Lorena Viana.

Além disso, a Biomimetic Solutions está sendo acelerada pelo programa FIEMG Lab, já participou do programa Lemonade e do BioStartup Lab. A tecnologia é reconhecida pelo Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (Concea) e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) como um método alternativo a testes de cosméticos em animais.

“O objetivo da empresa é fomentar o empreendedorismo dentro das universidades. Outro aspecto importante é a visibilidade que nós mulheres ganhamos com o reconhecimento desse prêmio. Buscamos ganhar espaço no mundo dos negócios e ser uma empresa referência para mulheres pesquisadoras e empreendedoras”, finalizam as sócias.

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]