Motoristas da Uber poderão vender produtos em corridas em parceria com startup

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

20 de Maio de 2019 às 18:40 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Motoristas da Uber em São Paulo e no Rio de Janeiro agora poderão aumentar a sua fonte de renda nas viagens por aplicativo. A empresa realizou uma parceria com a startup americana Cargo, que traz uma “miniloja” de conveniência para dentro dos carros.

Esse é o primeiro passo para a internacionalização da empresa criada em 2016. A startup traz a possibilidade de comprar snacks, bebidas e gadgets de telefone disponíveis uma caixa fixada no painel do veículo.

Todas as compras são realizadas através do site da Cargo, com o objetivo que o motorista não se preocupe em administrar o dinheiro. Eles não pagam nada para ter os produtos da Cargo e ganham uma porcentagem das compras realizadas.

A startup rastreia os alimentos vendidos e se encarrega de fazer a reposição na medida que são consumidos. O ponto de conexão entre o motorista e a empresa são as próprias lojas de conveniência de postos de gasolina.

Inicialmente, a Cargo estará disponível nas viagens na categoria Uber Black. A startup conta com 20 mil motoristas cadastrados nos Estados Unidos, mas este número deve crescer com a chegada no Brasil. A empresa já levantou US$ 29,4 milhões em investimentos, segundo o Crunchbase.