Bitcoin é aceito em várias lojas físicas; veja um exemplo de como funciona

Avatar

Por Júlia Miozzo

6 de novembro de 2015 às 16:55 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

SÃO PAULO – No último mês, cerca de 10 mil bitcoins foram negociados no Brasil, valor que corresponde a aproximadamente R$ 9,3 milhões, e já conta com mais de 2 milhões de usuários em todo mundo. Com a moeda crescendo cada vez mais, diversas lojas físicas estão passando a adotar o método.

Uma delas é a The Brownie Shop, confeitaria especializada em brownies artesanais. A unidade da Vila Olímpia, em São Paulo, ainda é a única que aceita o pagamento feito por bitcoins, embora já esteja nos planos expandir para as demais. “Cada vez mais tem gente apostando no bitcoin como meio de pagamentos e nós acreditamos que o modelo pode ser uma revolução para pagamentos e recebimentos em todo o mundo”, explicou Isabella Sparapan Genofre, proprietária da marca

O pagamento é feito de maneira simples: basta usar o software necessário, inserir o valor e apresentar o endereço bitcoin, em códigos de barra – que será lido pela câmera do celular. É somente necessário que o cliente tenha comprado as bitcoins antes, o que pode ser feito através de corretoras ou transações com outras pessoas.

As bitcoins são uma espécie de moeda virtual que funcionam sem intermediação de bancos e usam bancos de dados da rede peer-to-peer para funcionar. É cada vez mais adotada ao redor do mundo.