"Baixou": startup monitora preços no e-commerce e te salva de "roubadas"

Pensando em ajudar o consumidor a evitar os preços inflacionados, o Baixou, especialista em monitoramento de preços de produtos do e-commerce, os ajudará a verificar se os preços realmente diminuíram

Avatar

Por Júlia Miozzo

18 de março de 2015 às 09:00 - Atualizado há 5 anos

SÃO PAULO – O Dia do Consumidor desta quarta-feira (18) trará uma espécie de “Black Friday” em comemoração, visando alavancar as vendas no e-commerce nesta data..

Embora os produtos apresentem, de fato, descontos altos, sabemos que os preços são inflacionados. Pensando em ajudar o consumidor a evitar essa situação, o Baixou, especialista em monitoramento de preços de produtos do e-commerce, os ajudará a verificar se os preços realmente diminuíram.

O foco da startup é a segurança dos consumidores, que recomenda a utilização do plugin para verificação de preços e também que deem preferência para as lojas mais conhecidas e renomadas, além de checar informações básicas do estabelecimento – como se ele realmente existe, avaliação de outros usuários, CNPJ, políticas de privacidade e troca e devolução de produtos.

“O Dia do Consumidor será uma chance para quem não conseguiu aproveitar a última Black Friday para comprar produtos mais em conta. Acredito que com a ajuda do plugin ‘Baixou Agora’, os consumidores conseguirão economizar, não ter problemas depois de realizar a compra e ter a facilidade e a praticidade de não precisar sair da loja para pesquisar e encontrar os melhores preços”, explica Patrick Nogueira, CEO do Baixou.

A tecnologia do Baixou Agora acompanha as variações de preços de um determinado produto, o menor valor encontrado e seleciona o período da pesquisa.

Geralmente, a Black Friday acontece em novembro e promove as maiores liquidações no varejo online – e este ano deve apresentar um faturamento de R$ 43 bilhões, 20% do que o obtido no ano passado.