App de segredos adolescentes sobrevive depois de banido pela Apple; e arrecada US$16,4 milhões

Avatar

Por Paula Zogbi

3 de fevereiro de 2016 às 17:20 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

No final de 2014, imediatamente após o seu lançamento, o aplicativo de postagens anônimas After School já era viral.

A proposta lembra o “Secret”, aquele aplicativo em que as pessoas podiam escrever o que quisessem sem serem identificadas. Nesse caso, o estudante que baixar o app pode selecionar sua escola e publicar o que quiser, anonimamente. Há postagens em texto, foto e vídeo.

Em semanas, 50% das escolas dos EUA, 22.300, mais especificamente, já estavam listadas pelos próprios usuários.

Na época do lançamento, o aplicativo foi intensamente criticado por conta da prática do bullying e da falta de segurança: além das mensagens ofensivas, os usuários passaram a fazer ameaças de tiroteios a diversas escolas de ensino médio. Depois disso, ele foi removido da App Store, da Apple, por burlar duas regras: ataques pessoais e conteúdo questionável.

Isso não abalou os criadores do After School. Quatro meses depois, o app foi relançado, com novas regras e medidas de segurança – agora, tudo o que é publicado é revisado por um humano antes de ir ao ar. Funcionou: os adolescentes usam cada vez mais.

Nesta quarta-feira, de acordo com o Re/Code, o app deu um novo passo, levantando uma rodada de investimentos Série A de US$16,4 milhões, liderada pela Accomplice.

Para os criadores, trata-se de um ambiente seguro em que os adolescentes, que costumam ser pessoas com diversas dúvidas, em fase de descobrimento, possam se expressar sem revelar as identidades. Ainda assim, a preocupação com o conteúdo ainda assola os pais norte-americanos.

O app está disponível, por enquanto, apenas na App Store.