A Uber tem um novo alvo em vista: os patinetes elétricos

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

3 de dezembro de 2018 às 11:27 - Atualizado há 2 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

A Uber está em negociações para comprar uma das duas maiores startups de patinetes elétricos, Bird e Lime, de acordo com uma reportagem publicada nesta segunda-feira (03) pelo jornal Financial Times.

As novas aquisições, se concretizadas, podem levar a Uber a ser um grande concorrente no mercado de patinetes elétricos.

A informação surge oito meses depois de a empresa adquirir a Jump, startup que possui o mesmo modelo de negócios. As bicicletas elétricas da Jump chegarão no Brasil em 2019.

Unicórnios

Bird e Lime são unicórnios, título que recebem as startups com valor superior a US$ 1 bilhão. Ambas receberam aportes semelhantes – a Bird já levantou US$ 415 milhões, enquanto a Lime recebeu US$ 467 milhões, segundo o Crunchbase, do site Tech Crunch.

O presidente da Bird, Travis VanderZanden, afirmou em uma declaração que a “Bird não está a venda”. Já a Lime escreveu, também em uma declaração, que está focada em criar uma empresa independente líder no setor.

A Uber não comentou nenhuma das informações.