[A Nova Educação] Robôs ensinam inglês por WhatsApp

Victor Hugo Bin

Por Victor Hugo Bin

7 de fevereiro de 2020 às 17:16 - Atualizado há 8 meses

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

Nunca foi tão importante crianças e adultos aprenderem inglês quanto agora.

Ele é:

  • A língua “oficial” do mundo;
  • Uma forma de ter acesso a conteúdo e materiais de estudo que não existem no Brasil;
  • Uma porta de acesso para estudar ou trabalhar fora;
  • Um diferencial importante para disputar o mercado de trabalho ou estudar fora;

Mesmo assim, uma pesquisa recente divulgada pela EF EPI (Índice de Proficiência em Inglês da Education First), constatou que em 2019 o Brasil ficou em 59º do ranking entre os 100 países pesquisados (a Holanda ficou na 1º posição).

Uma posição pior que a dos anos anteriores (53º em 2018 e 41º em 2017, por exemplo).

E para suprir essa deficiência e atender uma necessidade cada vez mais importante para o mercado de trabalho e até mesmo a própria jornada de aprendizado do aluno, a startup ChatClass, criada em 2014, está tentando mudar esse cenário.

Como ela está fazendo isso? Ajudando mais de 150 mil alunos e 5 mil professores a ensinarem inglês focando na habilidade mais esquecida pela rede pública e privada de ensino: a fala.

“Hoje, em uma classe presencial, o ensino de inglês pode ser bastante silencioso pelos alunos”, afirma o fundador da edtech, Jan Krutzinna, fundador da startup. “Eles escutam, lêem, escrevem, mas pouco falam.”

Eles conseguiram criar uma solução com algoritmos de inteligência artificial (I.A.) para reconhecimento de fala aplicados ao WhatsApp, a ferramenta de comunicação mais usada por jovens e adultos. 

Estudantes que usam o ChatClass têm acesso a exercícios de fala direto pelo app de mensagens. Respondem tudo por áudio e recebem feedbacks automáticos da I.A.

Você pode ver na prática o “robô” em ação na imagem abaixo:

Crédito imagem: site ChatClass

Com o lema de “O inglês do século 21 na sua mão“, a edtech oferece serviços tanto para estudantes, quanto para professores e escolas de todo o Brasil.

Se você é professor ou gere uma instituição de ensino, talvez tenha achado a solução dessa startup “boa demais pra ser verdade”, não acha?

Mas eles informam que disponibilizam milhares de atividades alinhadas com o Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas (Common European Framework of Reference for Languages – CEFR) e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). E também possuem uma plataforma para professores acompanharem o desenvolvimento individual de todos os alunos.

Você como profissional ou gestor(a) da educação, sabe mais do que ninguém a importância de trazer soluções novas para capacitar seus alunos. Ao invés de usar velhas práticas centenárias de ensino que não se mostram mais eficazes.

O mundo mudou, a forma de aprender também, porque o modelo educacional precisa continuar o mesmo?

Na próxima edição do Edtech Conference, você terá a chance de conhecer de perto startups com soluções tão inovadoras para a sua sala de aula quanto a ChatClass.

E também poderá aprender com os principais nomes da nova educação que estão usando soluções em inteligência artificial, gamificação, análise de dados e realidade virtual e aumentada como ferramentas de ensino dentro das salas de aula.

Você pode conferir aqui toda a programação e palestrantes confirmados no evento, e ainda aproveitar um dos nossos lotes promocionais com um desconto especial no valor do ingresso.

Gostou do conteúdo? Se você quiser receber em primeira mão mais conteúdos educacionais como esse, basta deixar seu e-mail abaixo e receber tudo gratuitamente na sua caixa de entrada.