A incrível compra do LinkedIn pela Microsoft por US$ 26,2 bilhões

Da Redação

Por Da Redação

13 de junho de 2016 às 12:10 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Microsoft é uma gigante, enquanto o LinkedIn é uma empresa promissora que cuidava de uma boa rede social profissional. Agora, a primeira usará seus recursos para fazer a segunda se transformar em um colosso profissional, como não antes imaginado, e levar os produtos da Microsoft voltados para o mercado corporativo para um novo nível de qualidade.

A compra do LinkedIn pela Microsoft por US$ 26,2 bilhões (só dinheiro) é muito significativa. Primeiro, é uma gigante, que já foi a maior empresa do mundo, comprando uma companhia que era apenas uma startup anos atrás. Segundo, tratam-se de novos dias na Microsoft sob a liderança de Satya Nadella, em que a companhia quer mover agressivamente para manter sua presença e competitividade no mercado corporativo.

Já cansamos de falar aqui: inovação é a fonte que todas as startups precisam tomar para alçar voos gigantes. O LinkedIn certamente foi inovador, se moveu primeiro, e montou uma rede social corporativa antes de todo mundo começar a pensar em fazer isso.

Ter sido o first-mover valeu a pena: se tornou sinônimo em rede social corporativa e padrão. Virou, como muitos chamam, a “principal ferramenta de contratação do século XXI” ou a melhor forma de conectar com as pessoas no mundo corporativo. Substituiu o cartãozinho corporativo que você carregava para cima e para baixo (hoje ele serve também para conter o link do seu perfil no LinkedIn).

A Microsoft quer mais. Muito mais. Primeiro, vai integrar o Office 365, sua ferramenta de nuvem, ao LinkedIn. Ou seja, teremos chat e videoconferência do Skype por lá, e os aplicativos Office (Word, Excel, OneNote, PowerPoint) terão uma espécie de integração. Eles poderão “ler” o seu projeto e te recomendar os artigos corretos ou as pessoas certas que você precisa conhecer, por exemplo.

Com isso, a Microsoft pretende aumentar a produtividade das pessoas atualmente e obter um diferencial importante para o Office 365 – que, recentemente, tem sido atacado pelo Google Apps for Work, por exemplo.

Não foi uma compra barata, mas certamente poderia ter sido pior: a venda leva em consideração que cada ação do LinkedIn tenha valor de US$ 196. Ela já chegou a operar acima de US$ 200 recentemente. Contudo, o escândalo das senhas (quando até o Mark Zuckerberg foi hackeado por ter contas no LinkedIn) tirou um pouco do calor da empresa.

Nada que a credibilidade da Microsoft não resolva. Essa é a maior aquisição da empresa, que tem um histórico misto com aquisições de empresas. O Skype (US$ 8,5 bilhões em 2011) foi um sucesso e é um dos produtos Microsoft mais usados, assim como o Minecraft (US$ 2,5 bilhões em 2014). Mas Nokia (US$ 7,2 bilhões em 2013) e aQuantive (US$ 6,4 bilhões em 2007) foram fracassos que se tornaram prejuízos imensos para a empresa.

Agora, esperar o que a Microsoft vai fazer com essa aquisição e suas futuras aquisições. A guinada da gigante fundada por Bill Gates e Paul Allen com Satya Nadella é significativa e não deve parar por aí.

Mensagem do Editor

Ei, tudo bom?

Gostaria de agradecer pela visita! Meu nome é Felipe Moreno, sou editor-chefe do StartSe e, como muito de vocês, dono de uma (minúscula) startup de mídia.

E vou te fazer um pequeno convite: vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui embaixo e eu vou te enviar alguns e-mails para você com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um empreendedor, funcionário, investidor ou apenas interessado neste maravilhoso mundo!

É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Conto muito com a presença de vocês neste papo!
[php snippet=5]