A Apple está vendo seu plano mais ambicioso ruir (e vai mudar de direção)

Da Redação

Por Da Redação

2 de dezembro de 2015 às 10:25 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

Quando a Apple anunciou o iPad Pro – o tablet tamanho família que prometia substituir o notebook -, muitos consumidores e fãs da maçã se perguntaram: por qual motivo a empresa pensou que seria melhor usar o limitado iOS ao invés da versão cheia do OS X como a Microsoft faz com o Surface Pro 4?

A resposta veio hoje: a Apple está perdendo o controle sobre um importante aspecto do OS X, a Mac App Store, uma versão da loja de aplicativos para os Macs, mostra o Business Insider, e que era tido como um dos projetos mais ambiciosos da Apple nos últimos anos – pronta para mudar como a forma que os programas e aplicativos são distribuidos na web. E como a empresa tem um controle ditatorial na loja do iOS, tem mudado a sua direção: agora, o importante é fazer o iOS mais relevante em todas as áreas da empresa, consumidores e business-to-business.

Nestes dias, o Sketch, um aplicativo de Mac muito famoso saiu da Mac App Store, afirmando que todos os clientes que compraram o aplicativo na loja receberão uma licença para o aplicativo fora da loja. Ou seja, afirmou que não vai mais seguir as regras da loja da Apple para distribuir o aplicativo e moverá para um ambiente “sem lei”.

Basicamente, a Mac App Store dá uma visibilidade muito grande para programas – mas tem regras: de preço, de update e do quanto aquele aplicativo pode interferir em outros aplicativos e até mesmo no que ele pode ou não pode fazer. Além disso, demoram até uma semana para aprovar ou não um update.

Por conta disso, vários aplicativos já saíram. De acordo com a Sketch, eles querem três coisas com essa mudança:

1) Menos limitações técnicas, já que a Apple determina o que um aplicativo pode fazer ou não.
2) Mais agilidade para dar update em seus aplicativos.
3) A habilidade para cobrar por certas atualizações por seus aplicativos. Na loja, eles teriam que lançar o upgrade como um novo aplicativo – limitando sua política de preços.

Porém, há vantagens de manter-se na loja da Apple: é ela que providencia os pagamentos e relacionamento com clientes – questões que podem custar muito caro para as empresas.