7 grandes companhias de internet que podem ser compradas (ou engolidas)

Há grandes empresas com muito dinheiro dispostas a realizar aquisições para crescer ainda mais – Google, Amazon, Microsoft, por exemplo

Avatar

Por Da Redação

15 de janeiro de 2016 às 11:50 - Atualizado há 4 anos

O banco de investimentos Merrill Lynch acredita que 2016 será um ano com empresas realizando grandes movimentos de fusão e aquisição, mostra o Business Insider. E entre o setor de tecnologia, algumas empresas deverão ser com, sendo 7 os alvos principais.

Há grandes empresas com muito dinheiro dispostas a realizar aquisições para crescer ainda mais – Google, Amazon, Microsoft, por exemplo. E na outra ponta, empresas que já foram promissoras mas precisam de um empurrãozinho para voltar a brilhar, como Groupon e Twitter. 

Confira:

Groupon
Possível comprador: Google  
Razão: Groupon foi um alvo do Google antes do IPO em 2012, passou por uma crise, teve mudanças no comando e aparentemente algumas companhias podem estar interessadas. Porém, nenhuma oferta foi feita.

Yelp
Possíveis compradores: Google, Yahoo ou Priceline.
Razão: Yelp pode ser uma barganha para as empresas. A quantidade de usuários e anunciantes demorou anos para ser construída. Isso pode ser ativo para companhias que querem criar uma presença maior em “atividades locais”. 

GrubHub
Possíveis compradores: Yelp ou Amazon.
Razão: Há uma possível sinergia com o Yelp, para impulsionar o negócio de entrega de comidas. Já a Amazon estaria interessada em comprar a GrubHub para entrar em novos mercados de delivery – já que atualmente eles estão apenas em mercados selecionados. 

Pandora
Possível comprador: Sirius
Razões: O CEO da Sirius já afirmou que a Pandora seria uma boa combinação com sua empresa, levantando rumores de interesse entre as duas empresas de músicas.

TripAdvisor
Possíveis compradores: Priceline ou Google 
Razão: A Priceline pode usar o TripAdvisor como uma forma de diminuir sua dependência do Google em termos de tráfego. Já o Google estaria interessado na quantidade de informações sobre viagens e nas possibilidades de anúncios. 

Twitter
Possíveis compradores: Google, AOL, Yahoo ou Facebook 
Razão: O Twitter tem tido dificuldades para crescer. Contudo, o conteúdo ao vivo gerado pode ser bastante interessante para buscadores, como o Google e Yahoo, ou redes sociais, como o Facebook.

http://www.businessinsider.com/merrill-lynchs-acquisition-targets-for-2016-2016-1