Ubook, startup brasileira de audiolivros, recebe aporte de R$ 20 milhões

Com mais de 6,5 milhões de usuários cadastrados em seu aplicativo, a empresa mira expansão internacional e IPO no Canadá

0
shares

A startup brasileira de audiolivros Ubook recebeu um aporte de R$ 20 milhões da Confrapar, gestora de fundos de investimentos. Criada em 2014, a startup possui um acervo com mais de 300 mil títulos entre livros, revistas, podcasts, cursos e palestras. A narração é realizada por uma equipe de atores, editores, narradores, autores e sonoplastas.

O aplicativo da Ubook se tornou o maior de audiolivros por streaming da América Latina, com mais de 6,5 milhões de usuários cadastrados. Com o investimento de R$ 20 milhões, a startup planeja aumentar a produção de conteúdos e expandir sua operação internacional.

Hoje, a empresa produz 450 horas por mês de conteúdos em diversas línguas. Além disso, opera em nove países e chegará, em breve, em mais sete. Com a expansão, a startup terá 16 estúdios próprios com uma produção de 1.500 horas mensais. "A partir de 2020, os usuários da Ubook contarão ainda com programas exclusivos de entrevistas sobre os mais diversos temas com personalidades de cada segmento", ressaltou Flávio Osso, um dos fundadores da startup, em um comunicado. Segundo o empreendedor, o investimento em aquisição e produção de conteúdos originais é um pilar importante na estratégia da empresa.

Para o próximo ano, a Ubook ainda está preparando sua oferta pública inicial de ações (IPO) na Bolsa de Valores de Toronto (TSX), no Canadá, onde também tem um escritório. Com a abertura de capital, segundo Flávio, a startup expandirá suas operações através de movimentos orgânicos e aquisições de empresas em mercados que considera estratégicos.

Leia mais: Google Assistente, tecnologia de voz do Google, agora conta histórias para crianças

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários