Liv Up, startup de marmitas saudáveis, levanta R$ 90 milhões em investimentos

Com o aporte, foodtech quer entrar em novas categorias, como sucos e saladas, e expandir operação para o Nordeste

0
shares

A Liv Up, startup de marmitas saudáveis, anunciou na última quinta-feira (12) um aporte de R$ 90 milhões liderado pelo fundo norte-americano ThornTree Capital. Com o investimento, a foodtech brasileira pretende ampliar o portfólio e oferecer saladas, bebidas e pratos infantis, complementando o cardápio de refeições que já conta com dezenas de opções.

Esta rodada, de que também participaram os fundos Kaszek, Spectra e Endeavor Catalyst, totaliza cerca de R$ 100 milhões em investimentos desde que a Liv Up foi fundada há três anos. A startup está presente em 30 cidades do país e já se prepara para chegar no Nordeste. Ainda em 2019, as marmitas da startup chegarão a Recife, Fortaleza e Salvador. Outras cidades que serão contempladas neste ano são Florianópolis e Vitória.

Os planos da foodtech brasileira passam por ampliar parcerias com pequenos produtores rurais. Faz parte do modelo de negócio da Liv Up focar em alimentos orgânicos feitos por parceiros locais, cortando intermediários na cadeia de produção para reduzir custos.

“Já são mais de 20 famílias parceiras e 30 toneladas de ingredientes orgânicos utilizados por mês”, diz Henrique Castellani, COO e co-fundador da empresa, em comunicado à imprensa. “Isso é bom para o cliente, que tem acesso a um produto de qualidade, e também é ótimo para os parceiros do campo, que conseguem preços mais justos devido à desintermediação da cadeia e relacionamentos de longo prazo”, completa.

Tecnologia e modelos de venda

A Liv Up destaca como diferencial a tecnologia de ultracongelamento dos alimentos. Trata-se de uma técnica que congela as refeições a uma temperatura muito mais baixa que um freezer tradicional, mantendo as características de textura e propriedades nutricionais da comida.

No entanto, a inovação não está restrita a conservação dos alimentos. “Das ferramentas de gerenciamento da produção ao aplicativo, passando por toda a gestão logística e roteirização de entregas, tudo foi desenvolvido internamente”, afirma Victor Santos, CEO e co-fundador da startup.

Uma das novidades no modelo de negócio da Liv Up é criar pontos de venda em escritórios comerciais, focando no mercado corporativo. A empresa também está entrando no mercado de delivery de restaurantes, através de cloud kitchens (cozinhas voltadas para entregas, sem espaço para comer no local).

Após o investimento de R$ 90 milhões, a Liv Up divulgou a abertura de 100 vagas de emprego, em áreas como como tecnologia, dados, marketing, nutrição e gastronomia. Veja as posições abertas neste link.

Confira no MVP, o podcast da StartSe com a repórter Tainá Freitas, as principais tendências da alimentação do futuro

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários