Conheça 3 startups brasileiras que usam assistentes de voz em seus produtos

As empresas desenvolveram soluções integradas aos assistentes virtuais de voz para oferecer serviços de entrega, facilitar transações financeiras e disponibilizar conteúdos de livros

0
shares

A tecnologia de comando por voz, que está se tornando mais popular desde a criação da Siri e Alexa, já chegou por aqui e a demanda por produtos e serviços que usem o recurso aumentou. Neste cenário, startups desenvolveram soluções integradas aos comandos de voz para oferecer serviços de entrega, facilitar transferências bancárias e até mesmo oferecer leituras rápidas de livros. Conheça três delas:

James Delivery

Criada em 2016 por quatro empreendedores, a James Delivery conecta clientes, entregadores e estabelecimentos para entregas de produtos de qualquer lugar de Curitiba, no Paraná. A startup ficou conhecida por ser a primeira do mundo a oferecer esse serviço por comandos de voz.

Hoje, o cliente pode fazer o pedido de maneira tradicional ou descrevendo, em voz alta, o produto e o local para comprá-lo. Automaticamente o sistema reconhece a solicitação com ajuda de inteligência artificial e reconhecimento de voz. Em aproximadamente 35 minutos o pedido é entregue.

“A voz é a forma mais natural das pessoas se comunicarem. Além disso, com o uso dela é possível fazer outras coisas ao mesmo tempo, o que traz praticidade”, explica Lucas Ceschin, um dos fundadores da James Delivery. A tecnologia foi bem recebida e a startup passou a atuar também em Balneário Camboriú.

Porém, segundo o empreendedor, ainda há alguns desafios. “As pessoas já entendem que podem usar a tecnologia de voz para consumir informações, mas para compras ainda é um desafio no mundo inteiro. Estamos trabalhando para tornar a solução cada vez mais natural, aprendendo com os feedbacks que tivemos”, conta.

Leia mais:

Porque a tecnologia de voz veio para ficar

Casas, carros e escritórios: a tecnologia de voz está em todos os lugares

Como as empresas estão usando os assistentes de voz?

Tecnologia de voz: os setores impactados por essa tendência

As barreiras na adoção da tecnologia de voz no Brasil

Neon

Criado em 2016, o Neon é um banco 100% digital. Os clientes podem abrir uma conta com um aplicativo de smartphone e fazer transações sem tarifas. A fintech foi a primeira a disponibilizar os comandos de voz para pagamentos. O recurso é atrelado à Siri, assistente pessoal da Apple.

Para fazer a transferência, é preciso acessar o aplicativo da Siri e dizer o valor da transação e para quem ela será enviada. Depois, basta confirmar o pagamento com biometria digital para enviar o dinheiro. “Com esse recurso, podemos oferecer facilidade e acessibilidade ao cliente”, afirma Eduardo Merighi, CIO da Neon.

Segundo ele, a tecnologia ainda é pouco explorada no Brasil, mas com muito espaço para crescer. “Temos um caminho para seguir ainda, tornando esse tipo de assistente mais comum”, afirma. Para o futuro, a fintech planeja explorar ainda mais a voz em seu aplicativo, testando novas possibilidades.

12 minutos

A startup 12 minutos possui um time que sintetiza diversos livros em um microbook que pode ser lido em menos de 12 minutos. A equipe lê cada um dos best-sellers, analisa os conceitos e ideias mais importantes, seleciona as melhores partes e cria novas obras sintetizadas e otimizadas.

O usuário pode escolher a melhor forma de consumir o conteúdo, como em texto ou áudio. Os microbooks estão disponíveis em diversas como smartphones,  Google Home, Android TV e Chromebooks. Hoje, a startup oferece versões mais enxutas de livros sobre carreira, negócios, marketing, economia, empreendedorismo e outras categorias.

Seguindo a tendência dos comandos por voz, a 12 minutos integrou sua plataforma com o Google Assistente. Dizendo “Ok Google, ler o microbook O Príncipe”, o usuário tem acesso ao título na página desejada. Segundo a startup, com a funcionalidade os leitores ganham economia de tempo e praticidade.

Especial StartSe A Voz na Nova Economia

Porque a tecnologia de voz veio para ficar

Casas, carros e escritórios: a tecnologia de voz está em todos os lugares

Como as empresas estão usando os assistentes de voz?

Tecnologia de voz: os setores impactados por essa tendência

As barreiras na adoção da tecnologia de voz no Brasil

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários