Fintech Olivia recebe investimento do fundo BR Startups

Fintech prepara lançamento no Brasil e disponibilizou um site, onde é possível fazer um cadastro e entrar na fila de espera para baixar o aplicativo, que entra em operação em março

0
shares

A fintech Olivia, plataforma que usa inteligência artificial para entender o perfil, os hábitos de consumo e as transações financeiras das pessoas, para auxiliá-las na gestão de suas finanças, recebeu investimento do fundo BR Startups. O fundo BR Startups tem o Banco Votorantim como cotista âncora para startups do setor financeiro, a Microsoft como investidora e a MSW Capital como gestora. O investimento do BR Startups se dá três semanas depois de a Olivia anunciar a venda de uma fatia para a XP Investimentos. O fundo aportou R$ 1,5 milhão na startup.

“Queremos apoiar a jornada de empreendedorismo, com foco em negócios disruptivos, que reflitam a tendência de transformação digital”, afirma Franklin Luzes, COO da Microsoft Participações. Segundo Richard Zeiger, sócio da MSW Capital, o fundo pode alavancar o negócio da Olivia no Brasil e ajudar os fundadores na conexão com as instituições financeiras que buscam oferecer uma experiência digital melhor para seus clientes.

A Olivia foi fundada, nos Estados Unidos, pelos brasileiros Cristiano OliveiraLucas Moraes e pelo indiano Atul Kalantri. A fintech prepara o seu lançamento no Brasil. Para isso, disponibilizou um site onde é possível fazer um cadastro e entrar na fila de espera para baixar o aplicativo com previsão de lançamento para março. Acesse aqui o site da Olivia.

“A proposta de trazer a Olivia para o Brasil existe desde a fundação da empresa. Agora, com o apoio do Fundo BR Startups e com os parceiros que compõe o fundo, estamos nos preparando para oferecer aos brasileiros uma ferramenta que revolucionará a maneira como as pessoas lidam com dinheiro”, disse Lucas Moraes, co-fundador da Olivia.

A plataforma usa inteligência artificial para entender o perfil, os hábitos de consumo e as transações financeiras das pessoas. Uma vez mapeado o estilo e momento de vida delas, a Olívia passa a procurar formas de gastar - e até investir - melhor o dinheiro. Nos Estados Unidos, onde o aplicativo já está em uso, o usuário começa economizando, em média, apenas 0.8% da sua renda por mês. Em apenas 60 dias, esse valor salta para 5.7%, mudando a saúde e vida financeira das pessoas. “Nossa missão é desenvolver um ecossistema dentro do sistema financeiro capaz de pensar sozinho, a ponto de nossos usuários não terem mais de se preocupar com suas finanças”, afirma Moraes.

Leia mais sobre a Olivia:

Prestes a chegar ao Brasil, fintech Olivia recebe investimento da XP

Conheça Olivia, fintech que usa IA para gerenciar as suas finanças

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários