5 maneiras simples de nos defendermos da crise (que quase ninguém fala publicamente)

Victor Hugo Bin

Por Victor Hugo Bin

1 de abril de 2020 às 12:33 - Atualizado há 6 meses

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Acredito que assim como nós da StartSe, você nunca havia passado por algo parecido. Não nessa escala…

Muitas empresas e profissionais estão completamente desorientados e sem saber o que fazer nos próximos meses.

Entretanto, podemos aprender muito com empresas e profissionais que já passaram por situações assim antes de nós.

Nos Estados Unidos, por exemplo, o impacto da crise já é maior que aqui. Só que empresas e profissionais de lá já passaram por crises como o Crash de 1929, a Crise Pontocom, a Recessão de 2008-2009 e várias outras.

O que eles costumam fazer para saírem de crises assim mais fortes do que antes?

De forma clara: são 5 os principais pontos que você, profissional e empresa, precisa ficar atento.

#1 Não Entre em Pânico

Pessoas em pânico geralmente tomam más decisões. A situação é nova para muita gente, mas para minimizarmos os danos da crise precisamos agora: Pensar, Planejar, Preparar e Executar.

O que nos leva à próxima etapa que é:

#2 Não se retraia, se expanda

Parece contra intuitivo, mas quando o mercado está se isolando, é quando aparecem as melhores oportunidades para empresas que vão na direção contrária possam crescer.

Em 2008 empresas como Uber, Airbnb e Spotify nasceram. E estão firmes até hoje. Elas conseguiram ver um espaço para expansão que elas dificilmente teriam em um mercado aquecido e extremamente concorrido.

Então analise estrategicamente seu mercado e concorrentes e tente avançar com responsabilidade enquanto eles se isolam.

#3 Siga o dinheiro

Existe um termo em inglês que diz Follow the Money. O que ele quer dizer exatamente?

Você precisa ver para onde o dinheiro das pessoas está migrando e você tentar botar seu modelo de negócio neste novo fluxo.

Por exemplo: hoje, o aumento por álcool em gel, educação online, ferramentas para home office, cursos de capacitação à distância, produtos de necessidade básica, internet de qualidade vão explodir nas próximas semanas.

Como você, sua empresa ou negócio, pode adequar seu produto em um formato que o seu cliente hoje possa consumir e acessar dentro das suas casas? 

Este é o novo desafio: como ser útil para o seu cliente quando ele não pode ir até você.

#4 Seja Persistente

Muitas pessoas acabam se animando com a possibilidade de verem um Oceano Azul em meio à Crise e ficam super entusiasmadas.

Só que quando uma situação difícil persiste por dias ou semanas, o entusiasmo se transforma em decepção. E seus planos podem ir por água abaixo…

Pense em soluções para pôr em prática agora, mas se prepare para o longo prazo.

Um erro comum são empresas quererem superfaturar seus preços para ganhar dinheiro rápido. E quando a crise acabar? Além de você ter que puxar seus preços para baixo, terá deixado uma legião de pessoas insatisfeitas por terem visto no seu negócio uma atitude oportunista e não humanitária.

#5 Enxergue além do óbvio

Não pense só em sobreviver à Crise, mas em como sair dela melhor do que entrou.

Se você começar a criar novas experiências para seu cliente, um novo modelo de negócio para as pessoas terem acesso ao seu produto, serviço ou marca dentro de suas casas, e gerando uma relação de confianças com elas nesse momento…

Voltará dessa crise não só mais forte e com novas soluções para o seu negócio, como uma quantidade enorme de clientes que se tornaram seus fãs por você ter passado por isso junto com eles. Sem deixá-los perder a confiança.

Vire referência para eles agora e você será lembrado por eles depois.

Todo time da StartSe precisou se adaptar a essa nova realidade do dia para noite.

Nós entendemos que você, junto com várias empresas e profissionais, está precisando criar planos e estratégias novas para se adaptar e adaptar seu negócio para uma nova realidade que pode durar alguns meses.

Por isso queremos te ajudar nesse processo também:

Queremos convidar você para participar do movimento Re.StartSe: o Maior Programa de Capacitação Online do Brasil.

São 30 dias de aulas ao vivo e online com conteúdos gratuitos para você proteger seu negócio para as próximas semanas de crise.

Iremos trazer os maiores profissionais do mercado, junto com nosso time da StartSe para mostrar como as empresas do Brasil, Vale e China estão se preparando e como você pode fazer o mesmo no seu negócio, independente do segmento que ele atua.

Acesse abaixo nossa página oficial e inscreva-se para ser avisado das aulas e receber materiais extras para sua capacitação.

>>Re.StartSe: Inscreva-se Gratuitamente

Um forte abraço e vamos enfrentar essa crise juntos!