20 perguntas para saber se sua ideia de negócio vale a pena

Para não deixar sua ideia morrer e descobrir se realmente vale a pena investir no negócio, você pode validar suas ideias antes com algumas perguntas significativas

Avatar

Por Júlia Miozzo

6 de abril de 2015 às 09:27 - Atualizado há 5 anos

SÃO PAULO – O receio de abrir um negócio e ele não dar certo é o que impede muitas pessoas de seguir com suas ideias. Muitas ideias são desperdiçadas e, muitas vezes, acabam sendo colocadas em prática por outra pessoa que não teve essa preocupação.

Para não deixar sua ideia morrer e descobrir se realmente vale a pena investir no negócio, você pode validar suas ideias antes com algumas perguntas significativas, segundo o Entrepeneur.

Pode ser que as respostas para essas perguntas demorem a aparecer, mas uma vez que você as tiver, pode ter uma noção do quão viável é sua ideia. Se elas passarem nesses testes, vá em frente – caso contrário, pense melhor.

Veja o que você deve saber antes de abrir seu negócio:

1. Qual problema você está solucionando?
Se você não consegue afirmar claramente qual o problema que seu serviço ou produto resolve, provavelmente a ideia não será de sucesso.

2. Como os outros tentaram resolver esse problema antes? Suas soluções foram bem sucedidas ou não?
Você pode aprender muitas coisas com quem veio antes de você: caso alguma empresa com a mesma ideia que a sua não tenha dado certo, você sabe o que pode evitar.

3. Quantos benefícios específicos para seu produto ou ideia você pode listar?
Quanto mais você pensar, maiores as chances você encontrar uma necessidade real e que pode ser bem sucedida.

4. Você pode especificar quais as principais características de seu produto ou serviço?
Não conseguir descrever as principais características e benefícios é um sinal de que sua ideia ainda não foi bem pensada.

5. Sua ideia já existe da mesma maneira que você pretende cria-la?
Se uma solução similar já existe, qual será o diferencial da sua? Se você não possui nenhum benefício ou característica que seja inovadora, sua ideia pode não dar muito certo.

6. Quem são seus principais concorrentes?
Ter concorrentes não é algo ruim – mostra que o mercado realmente existe. Entretanto, sabendo o que você encontrará com seu lançamento é importante, já que um nicho de mercado muito cheio ou onde os consumidores tenham uma afinidade forte com certa marca pode ser difícil de quebrar.

7. Quais características de seu produto as outras pessoas tentarão imitar?
Antes de entrar no mundo dos negócios, saiba o que te diferencia de seus concorrentes.

8. Você já fez a análise FFOA?
Essa análise vai avaliar as Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças de seu negócio, lhe garantindo uma ideia melhor das probabilidades de seu negócio ser de sucesso?

9. Você tem acesso às várias fontes necessárias para abrir um negócio?
Não é necessário ser “rico” para ter um negócio, mas sim uma combinação de tempo e dinheiro, dependendo da extensão de sua ideia. Se você não tem acesso a tudo que é necessário, a melhor opção é esperar até que sua situação mude.

10. Você possui algum conselheiro industrial que possa te ajudar?
Certamente, você pode fazer tudo sozinho se precisar, mas quando você começa um novo negócio o conselho de outras pessoas que já passaram pela situação pode ser útil e evitar erros.

11. Você pode nomear alguém que se beneficiaria de seu produto ou serviço?
Este é o começo da pesquisa de mercado: quem você conhece que usufruiria de sua ideia? Uma visão demográfica geral não é suficiente, então procure definir seus consumidores alvo.

12. Qual o tamanho do mercado que comprará seu produto ou serviço?
Se você não conhece o tamanho do mercado, provavelmente tem muita pesquisa a ser feita. Entender quantas pessoas precisam da sua ideia – e o quanto estão dispostas a pagar – te ajudará determinar se seu conceito é viável.

13. Você já buscou o feedback de possíveis consumidores?
Antes de investir dinheiro, busque saber qual a opinião das pessoas, sem necessariamente especificar sua ideia. Isso pode evitar que você crie um produto que ninguém quer.

14. Você consegue estabelecer uma página de destino e encorajar as pessoas a se cadastrar para ter mais informações
Essa pode ser uma maneira sem custos para testar o interesse em um produto ou serviço. Você saberá o que fazer a partir das respostas.

15. O que seria preciso para construir um produto minimamente viável para testar o mercado?
Um dos erros dos empreendedores é pensar que, quando o conceito já está finalizado, ele precisa ser colocado em prática logo em seguida. Considere começar com pequenos interesses.

16. Você consegue conquistar consumidores de seu mercado alvo para comprar em uma pré-venda?
As pré-vendas são um sinal do compromisso de um consumidor. Ter pessoas comprando antes do lançamento oficial é a maior demonstração de interesse.

17. É possível criar o produto por conta própria ou você tem um parceiro que possa?
Como é de se esperar, antes de colocar um negócio em prática, é preciso saber quem realmente vai fabricar e produzi-los, assim como se consegue faze-lo dentro do orçamento.

18. Você possui distribuidores ou parceiros para te ajudar a escamar seu negócio?
Uma vez que você tiver consumidores pagando, você precisará construir uma distribuição para se adequar à demanda – e, para isso, é preciso uma equipe e orçamento.

19. O que será preciso para empatar ou lucrar?
Algumas ideias requerem um investimento antecipado e outras não. Se a sua é a que requer, uma boa ideia é planejar como você lidará com suas finanças e necessidades diárias enquanto espera seu produto ou serviço ganhar tração.

20. Como os investidores podem lucrar com sua ideia?
Se você pretende que outras pessoas estejam ao lado de seu negócio e te ajudem a crescer, você precisa saber como elas podem se beneficiar.