10 passos para abrir o negócio enquanto ainda trabalha

Avatar

Por Júlia Miozzo

25 de agosto de 2015 às 10:23 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

SÃO PAULO – Começar e organizar um negócio de sucesso até que ele esteja estável não é uma tarefa fácil, principalmente porque você ainda precisa trabalhar e ter sua fonte de renda enquanto toma todas as decisões necessárias.

Entretanto, o resultado futuro pode ser motivador. Você será seu próprio chefe, terá suas próprias ideias e poderá realizar um sonho. O início não será fácil, mas, contornado os problemas, futuramente você só terá bons resultados. Pensando nisso, o Inc. selecionou alguns passos importantes que você deve levar em conta para abrir seu negócio enquanto ainda possui um emprego – e que vão te ajudar.

Confira:

1. Pergunte-se o quanto você quer isso
Escreva uma lista de todas as atividades e compromissos que você tem em sua vida, junto do tempo que você dedica a cada um durante a semana. Anote os que você pode consegue diminuir seu envolvimento e deixa que as pessoas saibam que você está voltando seu foco para um novo projeto pessoal.

Comece primeiro pelas atividades que ocupam menos tempo. Quanto mais tempo você tiver livre, mais rápido será capaz de ver os resultados.

2. Registre suas habilidades, conhecimentos e fraquezas
Qual conjunto de conhecimentos seu novo negócio pede que você tenha? Você deve ter o mínimo de conhecimento para fazer com que seu negócio vá para a frente, mas se não tiver, as decisões com as quais você terá de lidar serão mais difíceis. É importante que, antes de tudo, você passe algum tempo aprendendo novas habilidades ou ter alguém que possa te ajudar.

3. Faça uma validação de sua ideia
Você deve saber se seu negócio é viável ou não. Existe procura por seu produto ou serviço? Você está solucionando algum problema existente ou preenchendo algum vazio? Através de pesquisas com potenciais consumidores você consegue validar sua ideia e ter feedback antes de começar a gastar dinheiro e montar seu negócio.

Infelizmente, seu negócio depende de pessoas que se interessem pelo que você oferece, e não apenas de sua opinião.

4. Conheça suas vantagens competitivas
Uma vantagem competitiva é a vantagem e característica única que permite que você, tal como seu negócio, crie margens e vendar maiores ou ganhe e retenha mais consumidores. É o que torna seu negócio único.

Isso pode se darn a forma de sua estrutura, na oferta de seu produto, rede de distribuição, suporte ao consumidor, etc.

5. Determine metas realistas, mensuráveis e detalhadas
Sem ter metas alcançáveis e prazos realistas para si mesmo, você vai acabar gastando muito mais tempo do que o necessário. Se você não sabe para onde está indo ou aonde quer chegar, é difícil alcançar algo.

Estabeleça metas diárias, semanais e mensais. Isso ajuda a fixar-se aos objetivos de curto e longo prazo. Faça tudo de maneira gradual: comece com metas pequenas e então vá alcançando as que determinarão o futuro de seu negócio.

6. Faça um mapeamento de seu plano de jogo antes e após lança-lo
Estabelecer metas e mapear exatamente o que pretende fazer para alcançar cada ponto são coisas diferentes. Tenha um plano A e um plano B para cada aspecto de seu negócio. Seja proativo e saiba como resolver problemas e contornar obstáculos – isso vai determinar o quanto seu negócio será bem sucedido.

7. Terceirize o que puder
Esta é uma questão de foco: procure oportunidades em que é possível terceirizar qualquer parte possível de seu negócio para alguém capaz e de confiança. Embora alguns aspectos caibam apenas a você decidir e colocar em prática, você deve focar apenas nisso.

Foque na parte criativa e que tenha maior importância para o futuro de seu negócio e deixe a parte técnica para alguém mais especializado.

8. Busque feedback
Se sua meta é construir um produto ou serviço que tenha valor para outras pessoas, não é bom criar algo pelo qual ninguém se interessa. Busque feedback imparcial e externo para ter certeza de que você está criando algo que realmente tem valor.

Faça isso desde o primeiro dia e não pare. Tenha um grupo alvo que vai te dar uma opinião honesta, como empreendedores, mentores, etc.

9. Não corte a linha entre projetos pessoais e trabalho
Tenha a certeza de que você tem a permissão de se vincular a outra empresa ou negócio em seu local de trabalho. Caso contrário, isso pode destruir relações que poderiam ser úteis algum dia; consulte um advogado para saber o que você pode ou não fazer.

Pode parecer óbvio, mas não trabalhe em seu projeto enquanto tem um emprego em outra companhia. Não use recursos de uma empresa para investir em outra, como utilizar o mesmo computador, software, assinaturas, etc.

10. Alcance a massa crítica antes de demitir-se de seu emprego
Tire um tempo para examinar uma ideia, descobrir seu mercado alvo e testar essa ideia antes de tomar a decisão final. Ter tempo para pensar nas coisas e buscar o conselho dos demais será benéfico para seu novo negócio.