Inteligência Artificial que venceu humano no jogo Go ganha nova versão

Em apenas três dias e 4,9 milhões de treinamentos, já alcançou o mesmo nível do antigo, que levou vários meses e 30 milhões de treinamentos para conseguir

0
shares

Foi previsto que iria demorar décadas para que uma Inteligência Artificial pudesse vencer um humano em Go, jogo chinês mais complexo que xadrez. Mas, em 2016, um programa chamado AlphaGo, desenvolvido por uma subsidiária da DeepMind da Google, venceu o 18 vezes campeão mundial Lee Sedol.

A inovação foi ensinar o computador a pensar, não só seguir as regras. E assim, não só o sistema ganhou, como fez movimentos efetivos e surpreendentes, que traduziam séculos de sabedoria acumulada sobre o funcionamento do jogo.

Agora, um ano depois, DeepMind revelou uma nova versão do programa, chamado de AlphaGo Zero. Em apenas três dias e 4,9 milhões de treinamentos, já alcançou o mesmo nível do antigo, que levou vários meses e 30 milhões de treinamentos para conseguir.

Essa diferença se deu por causa da sua programação. Enquanto o primeiro AlphaGo aprendeu as regras, analisou milhares de jogos entre humanos e só depois aperfeiçoou a técnica, o Zero começou apenas com as regras do jogo e aprendeu sozinho, jogando contra si mesmo.

Leia mais em inglês na Singularity Hub!

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários