O Uber tem que agradecer o seu maior aliado: o taxista

Da Redação

Por Da Redação

20 de junho de 2016 às 13:29 - Atualizado há 4 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Esse texto contém ironia.

Meses de polêmica Uber x Táxi (não chega a ser uma polêmica, mas…) e só agora eu vi a verdade óbvia: o Uber paga os taxistas para arruinar com a própria reputação. Só isso explica uma série de acontecimentos.

A verdade é que a maioria das pessoas não teria muito motivo para pegar Uber se os taxistas não tivessem tomado uma série de atitudes equivocadas. Dúzias. E o sucesso do aplicativo seria muito menor, principalmente por ganhar MENOS mídia frente o que tem acontecido recentemente.

Afinal, o nome do Uber está não apenas no StartSe (onde você naturalmente fica sabendo de novidades antes do resto da mídia que… não está apenas interessada em novidades e empreendedorismo). Está no UOL. No iG. No Terra. Na Folha de S. Paulo, Estado de S. Paulo, O Globo, RGT, Record, G1, R7, CR7, AK47, CBN, Bandeirantes, Rádio, TV, RedeTV, Jornal do Brasil, etc, etc, etc, etc…

E 90% das matérias são sobre o que? POLÊMICAS COM TAXISTAS! Sim.

Vamos relembrar algumas das coisas mais desnecessárias feitas pelos taxistas que estão, obviamente, sendo pagos pelo Uber?

1 – Greve de taxistas aumenta número de downloads do Uber

Você precisa daquela corrida para chegar no compromisso. O que você pensa em fazer? Abrir o aplicativo de táxis e chamar um táxi, uai! Mas pera… eles estão em greve. Então você baixa o Uber e pede um carro ali.

A greve dos taxistas para reclamar do Uber só aumentou.

Mas vamos parar para pensar um segundinho: o que é uma greve? Uma forma de pressionar outra pessoa a fazer o que você quer por você estar causando prejuízo a ele. Muito efetivo se você for um trabalhador cujo trabalho não pode ser substituído ou sindicalizado.

Trabalhadores fazem greve. Empresas, não.

Se você é autônomo é como se você fosse uma pequena empresa. Fazer greve por que acha que o rival é mais competitivo que você é simplesmente pedir para seus clientes te esquecerem.

Foi o que aconteceu.

2 – Atacam carro de Uber em festa da Vogue

O pior de todos os lugares para você causar confusão, talvez, seja em um evento cheio de famosos e com cobertura de diversos meios de comunicação.

Mas os taxistas secretamente pagos pelo Uber para destruir reputações conseguiram a proeza.

Foi no baile da Vogue, que aconteceu no Hotel Unique em São Paulo. E teve gente sendo presa portando rojões que seriam usados para machucar motoristas do Uber.

Pouco depois, o Sindicato dos Taxistas de São Paulo “pediu desculpas” pelo ato afirmando que a barbaridade aconteceu pois os taxistas “não aguentam mais”.

Esse não foi o único caso de agressão e nem o pior de todos… como veremos…

3 – Taxistas destroem carro preto de inocente

Agora imagine que você está andando de carro e encontra uma manifestação de taxistas pela frente. Bom, a primeira coisa que você espera é que você vai ficar bastante tempo preso no trânsito, certo?

Mas um destino muito pior foi reservado para um rapaz cujo carro era preto. Ele foi atacado e teve seu carro quase destruído pelos agentes uberistas infiltrados.

Eu não sei o que eles pensaram, mas imagino que tenha sido “vamos dar uma lição nestes carros pretos. Ninguém mais vai se sentir seguro com carros pretos e todos pegarão taxis”. O tiro saiu pela culatra, o brasileiro é criativo e inventou o escudo perfeito anti-taxistas: um adesivo de “não sou Uber”. Um must-have para quem tenha carro preto (igual o meu, mas é só um Palio e vive sujo para que os taxistas não me ataquem).

4 – Família é espancada por ser confundida com motoristas de Uber

Ainda pior foi o destino da família que foi pegar um familiar no aeroporto e foi perseguido. Ok, essa não é a única vez que os taxistas pagos pelo Uber atacaram motoristas, mas chama a atenção que aquela família não era nem motorista do Uber de verdade.

O que eles tinham em comum? Um carro (não era nem preto). Na prática o que os taxistas quiseram impor com um movimento destes? Que é terminantemente proibido que você busque pessoas no aeroporto e que todos devem usar um táxi de agora em diante.

5 – Música homofóbica afirma que quem pega Uber é “veado”

A mais nova prova de que o Uber está pagando taxistas para destruírem a própria carreira é a música que eles inventaram – que diz que “quem ‘pega’ Uber é veado”. Além de conseguir ofender uma parcela da população, uma coisa dessas só ajuda a provar o esteriótipo que boa parte das pessoas possuem sobre taxistas.

Mensagem do Editor

Ei, tudo bom?

Gostaria de agradecer pela visita! Meu nome é Felipe Moreno, sou editor-chefe do StartSe e, como muito de vocês, dono de uma (minúscula) startup de mídia.

E vou te fazer um pequeno convite: vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui embaixo e eu vou te enviar alguns e-mails para você com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um empreendedor, funcionário, investidor ou apenas interessado neste maravilhoso mundo!

É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Conto muito com a presença de vocês neste papo!
[php snippet=5]