Estudo revela grandes oportunidades de empregos em startups no Brasil

Avatar

Por Lucas Bicudo

13 de julho de 2016 às 18:49 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Crise? Desemprego? Você realmente conhece a definição de startup?

Uma startup é um grupo de pessoas de perfil de empreendedor à procura de um modelo de negócios repetível e escalável, normalmente apresentado em um cenário de incertezas e questões.

Se o cenário é de incertezas e questões, não indefere cair no mundão e empreender mesmo que o desemprego esteja crescente e postos de trabalho estejam sendo fechados por todo país? Bem, de uma certa forma sim, e, segundo levantamento da Gama Academy, as startups de tecnologia vivem uma realidade à parte, buscando profissionais para preencher grande número de vagas em aberto.

A escola, que prepara profissionais para atuarem em empresas do mundo digital, reporta que são mais de mil posições em todo Brasil. Dessas mil, 409 estão em São Paulo, 87 em Belo Horizonte, 71 em Florianópolis e 36 em Curitiba. O site de imóveis Viva Real, o aplicativo 99 Táxis e Loggi apresentaram o maior número de oportunidades.

De todas as vagas em aberto, a maior demanda é por desenvolvedores de softwares para web e dispositivos móveis. Também há uma ótima procura por profissionais de vendas e relacionamento com clientes, além daqueles que conhecem sobre marketing digital e interface dos produtos.

E isso com uma amostra de apenas 149 startups que foram usadas na pesquisa. Se a avaliação fosse feita em um número maior das mais de quatro mil em operação no país, o número certamente seria muito maior.

“A estimativa é que cada empresa tenha, na média, duas vagas em aberto”, diz Guilherme Junqueira, cofundador da Gama Academy. Segundo ele, quando recebem os primeiros aportes de investidores, as startups costumam aplicar até 60% dos recursos na contratação de pessoal para sustentar seu crescimento, o que explica o grande volume de contratações.

(via Valor)

Análise

Inscreva-se no Conexão Vale do Silício >> http://portal-startse.us-east-2.elasticbeanstalk.com/hangout-conexao-vale

Mensagem do Editor
Ei, tudo bom?
Gostaria de agradecer pela visita! Meu nome é Felipe Moreno, sou editor-chefe do StartSe e, como muito de vocês, dono de uma (minúscula) startup de mídia.
E vou te fazer um pequeno convite: vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui embaixo e eu vou te enviar alguns e-mails para você com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um empreendedor, funcionário, investidor ou apenas interessado neste maravilhoso mundo!
É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Conto muito com a presença de vocês neste papo!
[php snippet=5]