4 Dicas de Como Conseguir Investidores Para Sua Startup

Avatar

Por Faria, Cendão & Maia Advogados

4 de agosto de 2017 às 09:30 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A ideia deste post é abordar uma questão muito importante no mercado de novos empreendedores: como conseguir investidores para sua startup?

Em primeiro lugar, vale destacar novamente que o início de toda atividade empresarial é bastante trabalhoso, pois, demanda investimento financeiro e técnico.

No entanto, conforme visto, esses fatores são ainda mais complicados em se tratando de startups, pois, é comum que surjam em ambientes informais e nem sempre com as verbas necessárias para o desenvolvimento do projeto.

Dito isso, cabe destacar a importância do recebimento de aportes financeiros para o crescimento de alguns projetos.

Afinal, nem sempre os sócios possuem dinheiro para investir e desenvolver suas empreitadas com recursos próprios.

Assim, o objetivo do presente artigo é trazer ao empreendedor algumas formas de como conseguir investidores para uma startup.

1 – FFF (Friends, Family And Fools)

Esta sigla representa, em inglês, Family, Friends, Fools ou, em português, Família, Amigos e Tolos.

Recorrer a estas pessoas para é uma das primeiras formas de como conseguir investidores que um novo empreendedor geralmente pensa.

O investimento vindo destas pessoas não raro é o caminho mais fácil na fase inicial de um projeto. Afinal, são pessoas próximas e que provavelmente não se atentarão para a situação de mercado, escalabilidade ou validação para aportar capital em sua startup.

Todavia, por mais que seja um bom recurso, é preciso lida com muita cautela com a situação, para que se não se confunda encontros familiares ou de amigos em reuniões de trabalho.

Assim, é possível preservar a saúde do negócio, bem como suas relações pessoais e íntimas.

2 – Networking

Uma coisa que todo o empreendedor sabe (ou deveria saber) é que ter uma boa rede de relacionamento e manter contato com outros profissionais é essencial no ecossistema das startups.

Por isso, é fundamental frequentar palestras, conferências, cursos e outros eventos que favoreçam o networking e, consequentemente, estar com pessoas novas com ideias e histórias distintas, que podem vir a ser potenciais investidores.

Neste sentido, para manter um contato vivo, é importante manter uma comunicação recorrente, assim como ser pró-ativo e atualizar investidores, contatos e pessoas estratégicas com e-mails ou telefonemas buscando feedbacks e comentários, demonstrando, assim, que sua startup está crescendo atrelada com a opinião de seu público alvo.

3 – Equity Crowdfunding

O equity crowdfunding, nada mais é do que uma forma de crowdfunding no qual empreendedores se conectam com investidores através de uma plataforma on-line.

Pode se dizer que nesta modalidade, o empreendedor não precisará despender muito de seu tempo buscando investidores, pois, caso tenham interesse no projeto, podem realizar aportes através da plataforma, e, consequentemente, recebem, também através da mesma participação acionária ou um título de dívida em contrapartida.

Por conta disso, o Equity Crowdfunding é uma excelente forma de como conseguir investidores para sua Startup.

Em relação ao modelo de investimento, abordaremos em artigo posterior!

4 – Aceleradoras

Já as aceleradoras têm como objetivo desenvolver negócios inovadores utilizando suas próprias estruturas, mentores experientes, bem como capital próprio e de terceiros.

No entanto, para que uma startup seja acelerada, a mesma precisará participar de um processo seletivo com outros projetos e startups, no qual uma série de fatores são analisados, como equipe, mercado, escalabilidade, potencial, entre outros.

Assim, a aceleradora terá como missão auxiliar a startup com sua gestão diária, a encontrar seu público-alvo e canais de aquisição de clientes, evitando custos desnecessários e agilizando seu desenvolvimento no mercado.

Entretanto, as aceleradoras também funcionam como investidoras e na maioria das vezes realizam aportes nas startups aceleradas, isto é, pedindo, em contrapartida pela aceleração, uma participação acionária minoritária, que pode variar de acordo com o negócio em questão.

É importante destacar que esse mecanismo de investimento das aceleradoras constitui uma das suas principais fontes de renda. Por isso, o sucesso das startups aceleradas está diretamente relacionado ao lucro da aceleradora, sendo certo também que podem fazer pontes importantes com pessoas estratégicas, clientes, parceiros e até mesmo outros investidores.

Concluindo

Ademais, vale lembrar que a busca por qualquer investidor sem produto desenvolvido e validado torna a missão consideravelmente mais difícil e pode queimar fichas de oportunidades importantes.

Ainda, é preciso ter em mente que não existe apenas um caminho para conseguir investimento, e, por isso, todas as alternativas acima podem ser tentadas simultaneamente.

Por fim, a título de dica aos empreendedores que buscam investimentos, é essencial que enviem updates periódicos de forma estratégica para investidores e afins, sejam transparentes e mantenham uma boa comunicação, bem como tenham um advogado especializado para auxiliá-los no início das tratativas.