Trabalhar em intervalos de 90 minutos pode maximizar energia e produtividade

Avatar

Por Lucas Bicudo

17 de novembro de 2016 às 10:10 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Há tanta ênfase no aumento da produtividade nos dias de hoje. Algumas empresas estão até mesmo acabando por completo com as reuniões para tentar aumentá-la. Dado o ritmo e as expectativas da vida moderna, gostaríamos de entender como maximizar o nosso tempo e energia.

Acontece que pode haver uma solução simples. Trabalhando em intervalos de 90 minutos (ou menos) você pode aumentar sua produtividade. Aqui está o que você precisa saber:

1 – Renovação estratégica funciona

Às vezes parece que correr de um lugar para outro, ou de uma tarefa para outra, é a única opção que temos para dar conta de tudo.  Nossos dias são premeditados – e ter uma chance para diminuir o ritmo parece quase que impossível. Mas, relaxar poderia realmente lhe poupar tempo a longo prazo. De acordo com uma reportagem no The New York Times, intitulada “renovação estratégica”, que inclui tudo, desde cochilos diurnos até férias mais longas e mais frequentes, tem se mostrado um método bastante eficiente para aumentar a produtividade. Assim, embora possa parecer que não há tempo suficiente para fazer uma pausa, é realmente essa uma das chaves para obter resultado expressivo no seu dia-a-dia.

2 – Ciclo natural do sono também vale para nossas vidas acordados 

Sabemos há mais de 50 anos que dormimos em ciclos de 90 minutos. Passamos do sono leve ao sono profundo em ondas de aproximadamente 90 minutos. Cerca de uma década depois de termos aprendido sobre esse ciclo natural do sono, os pesquisadores começaram a perceber que seguimos um padrão semelhante em nossas vidas acordados também. Ou seja. São ciclos de 90 minutos que nossa produtividade atinge seu pico.

3 – Trabalhe em intervalos de 90 minutos

Em resposta a informação do item anterior – e em um esforço para entender melhor a produtividade -, o professor da Universidade Estadual da Flórida, K. Anders Ericsson, estudou”artistas de elite”, pessoas que se destacaram em seu campo, sejam elas músicos, atletas ou jogadores de xadrez. Ericsson descobriu que praticar algo em sessões de 90 minutos, ou menos, funcionava melhor para maximizar a produtividade. Além disso, ele observou que essas pessoas raramente trabalhavam mais de quatro horas e meia em um determinado dia.

“Para maximizar os ganhos da prática de longo prazo”, concluiu o professor, “os indivíduos devem evitar a exaustão e devem limitar a prática a um montante a partir do qual eles podem se recuperar completamente em uma base diária ou semanal”.

Concentrando-nos em limitar a fadiga a um nível que podemos recuperar completamente diária ou semanalmente, podemos ajudar a maximizar o nosso tempo e os nossos esforços produtivos.

(via Business Insider)

Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]