Wing, startup do Google, começa a realizar entregas com drones

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

21 de outubro de 2019 às 11:47 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Moradores de Christianburg, na Virginia, nos Estados Unidos, agora poderão receber pequenas compras no FedEx, Walgreens e Sugar Magnolia via drones. A Wing, startup que pertence à Alphabet (holding do Google), começou a realizar entregas nos Estados Unidos.

A empresa afirma ser a primeira companhia a operar um delivery comercial aéreo para residências nos Estados Unidos. A intenção é que os clientes recebam, mais rapidamente, pequenas compras que antes seriam entregues por veículos convencionais.

As compras são feitas através do próprio aplicativo da Wing. Quem possui entregas de correio já agendadas pelo FedEx também pode optar pelo delivery via drone.

Confira o vídeo de lançamento:

A iniciativa é certificada pela Administração Federal de Aviação (FAA) dos Estados Unidos. “As permissões FAA da Wing são as primeiras a permitir que vários pilotos supervisionem aeronaves não tripuladas fazendo entregas comerciais simultaneamente ao público em geral, abrindo caminho para o serviço de entrega de drones mais avançado do país”, escreve a empresa no anúncio.