Brasileira está em lista das líderes mais importantes em inteligência artificial

João Ortega

Por João Ortega

27 de junho de 2019 às 08:29 - Atualizado há 11 meses

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A IBM divulgou lista anual das 40 mulheres líderes em inteligência artificial no mundo com uma brasileira entre as selecionadas. Walkiria Marchetti, CIO do Bradesco, foi responsável por implementar a tecnologia na BIA, assistente virtual do banco.

“Inicialmente desenvolvida para ser uma ferramenta de perguntas e respostas para funcionários internamente, a BIA cresceu e hoje responde questões de clientes sobre os produtos bancários, tornando o banco o primeiro no Brasil a implementar inteligência artificial no serviço ao consumidor”, destaca a publicação da IBM. “Walkiria foi responsável por supervisionar este processo”.

Em entrevista à IBM, a executiva afirmou que este projeto vem sendo desenvolvido desde 2015. “Sabíamos que era o momento perfeito para adoção da promissora tecnologia da Watson (plataforma de IA da IBM) e mergulhamos nesta iniciativa”, revela Walkiria.

Segundo a CIO do Bradesco, a tecnologia da IBM foi surpreendentemente responsiva e aprendeu português – com gírias, regionalismos, abreviações e até linguagem vulgar – sem grandes barreiras. Entretanto, ela afirma que só foi possível alcançar este resultado com uma equipe multidisciplinar e eficiente.

“Trabalhar com inteligência artificial requer o conhecimento técnico de um cientista de dados, a habilidade de ensino de um professor e a destreza em comunicação de um tradutor”, explica Walkíria. “Por enquanto, mantivemos nossa equipe engajada neste projeto. Mas sabemos que tem uma demanda crescente no mercado por profissionais com este tipo de experiência, por isso tratamos nossos colaboradores muito bem”.