Vaticano lança rosário digital conectado a aplicativo e fabricado pela Acer

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

18 de outubro de 2019 às 11:18 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O Vaticano está investindo em iniciativas digitais para conectar fiéis e promover orações ao redor do mundo. Nesta terça-feira (15), a instituição lançou o “eRosário“(tradução de eRosary), um rosário digital conectado a um aplicativo. O wearable pode ser usado como um bracelete e é ativado ao fazer o sinal da cruz.

A conexão com o aplicativo “Click To Pray” permite que os fiéis sejam guiados por áudio e recebam imagens e conteúdos exclusivos sobre a oração. Os materiais estão disponíveis em italiano, espanhol e inglês. O Vaticano explica que o dispositivo pode ser utilizado para ensinar jovens crianças a rezar o Rosário e a pedir pela paz mundial.

“O projeto une o que há de melhor na tradição espiritual da igreja e os últimos avanços do mundo tecnológico”, afirma o Vaticano no anúncio. O wearable é constituído por pedras de ágata preta e hematita e possui uma cruz que armazena os dados e o conecta ao app.

Além do rosário convencional, os usuários do eRosário poderão escolher versões alternativas, inclusive temáticas. O dispositivo será atualizado todos os anos. A iniciativa está sendo liderada pela “Pope’s Worldwide Prayer Network”, rede global de orações do Papa Francisco, conectada pelo aplicativo.

A empresa de tecnologia Gadge Tek Inc. (GTI) foi a responsável pelo design do rosário digital. O dispositivo é fabricado pela Acer e está à venda por 99 euros (cerca de R$ 450).