Uber irá banir passageiros mal avaliados do aplicativo

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

29 de Maio de 2019 às 16:35 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A Uber anunciou, nesta quarta-feira (29), que irá banir os passageiros mal avaliados no aplicativo. A iniciativa começará nos Estados Unidos e Canadá. Os usuários não serão banidos repentinamente – a empresa afirma que dará chances para melhorias na avaliação.

A empresa é historicamente rígida com a avaliação de seus motoristas. O desempenho de cada profissional é mensurado de acordo com a opinião dos usuários, que são convidados a avaliar as corridas de entre uma a cinco estrelas. A média mínima de estrelas para retirar o motorista varia de acordo com a cidade.

“Respeito é uma via de mão dupla, assim como a prestação de contas”, escreveu Kate Parker, líder de iniciativas de segurança de marca, na publicação de anúncio. “Enquanto esperamos que apenas um número pequeno de passageiros seja impactado com as desativações baseadas nas avaliações, é a coisa certa a ser feita”. A Uber espera que apenas uma pequena parcela dos passageiros seja impactada com a nova medida.

Os passageiros que estiverem com a avaliação abaixo da média receberão dicas para melhorar o seu comportamento, de acordo com a empresa. As dicas vão desde evitar pedir que o motorista ultrapasse o limite de velocidade,a não deixar lixo no veículo, e até agir de forma mais educada.

Com a iniciativa, os passageiros irão receber um sumário das normas da comunidade da Uber. Fica a critério de cada um aceitar ou não. Eles precisarão confirmar para continuar acessando a plataforma. Além disso, a companhia está anunciando uma série de medidas educativas, como mensagens no aplicativo, para que todos conheçam as regras de uso e diretrizes da empresa.