Tinder é o aplicativo mais rentável no primeiro tri de 2019

João Ortega

Por João Ortega

15 de abril de 2019 às 14:47 - Atualizado há 2 anos

Logo Summit 2021 O evento que irá definir o ponto de partida para você construir sua estratégia vencedora para 2021

100% online e gratuito

De 23 a 25 de Fevereiro, das 17hs às 20hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

O Tinder é o aplicativo mais rentável das lojas de apps da Apple e do Google até agora em 2019. A lista foi divulgada pela consultoria Sensor Tower e não leva em conta os jogos virtuais das plataformas.

Dois fatores são decisivos para a liderança do app de encontros. Em primeiro lugar, o Tinder faturou US$ 260 milhões em 2019 – um crescimento de 42% comparando ao primeiro trimestre do ano passado. Entretanto, o aplicativo só chegou ao primeiro lugar por conta de uma mudança de estratégia da Netflix. O serviço de streaming de filmes e séries, que foi líder deste ranking por quatro anos seguidos, não vende mais assinaturas em seu app para iOS.

Esta mudança aconteceu porque a Apple cobra uma taxa para compras realizadas em aplicativos baixados em sua loja. O imposto varia entre 15% e 30% da receita, o que custou em 2018 mais de US$ 120 milhões à Netflix. Hoje, o usuário precisa assinar o serviço pelo site da empresa antes de usar o app para iOS. Assinaturas por meio do aplicativo em dispositivos Android já tinham sido cortadas em maio de 2018.

Ainda assim, a Netflix permanece no segundo lugar da lista, faturando US$ 216 milhões no trimestre (cerca de 15% a menos que o mesmo período do ano passado). Fechando o “pódio”, está o Tencent Video, aplicativo muito popular do principal portal de serviços online da China.