The We Company compra startup Spacious, uma de suas concorrentes

Isabella Carvalho

Por Isabella Carvalho

28 de agosto de 2019 às 12:25 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A The We Company, dona do WeWork, WeLive e WeGrow, anunciou nesta terça-feira (27) a aquisição da Spacious. A startup, criada em 2016, transforma restaurantes e bares em espaços de co-working durante o dia. Os clientes têm acesso a Wi-Fi, café e infraestrutura para fazer pequenas reuniões. Além disso, são sempre recebidos por um funcionário da Spacious.

Os usuários podem contratar uma diária por US$ 20 ou planos mensais (US$ 199), trimestrais (US$ 149) e anuais (US$ 129). Os pacotes dão acesso ilimitado a uma rede de espaços em Nova York no período em que os locais não estão abertos ao público. Os restaurantes e bares se beneficiam com uma parte da receita.

“Desde a nossa criação, a Spacious explorou novas formas de ativar e reprogramar ambientes físicos em resposta direta às mudanças tecnológicas que estão revolucionando a forma como interagimos com espaços, edifícios e cidades”, disse Preston Pesek, um dos fundadores da startup, em um comunicado.

A equipe da Spacious, assim como as estações de trabalho, agora farão parte da WeWork. “O time da Spacious e a expertise operacional e imobiliária ajudarão a WeWork a continuar dando aos seus membros acesso ao espaço de trabalho que eles querem, quando precisam”, disse Chris Hill, diretor de produtos da WeWork.