Tesla lança “Model Y”, seu novo SUV, com 7 lugares

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

15 de março de 2019 às 12:58 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A Tesla lançou, nesta quinta-feira (14), seu primeiro SUV. Chamado de “Model Y”, o carro possui sete lugares. A produção do veículo começará no final de 2020 na América do Norte e no início de 2021 para a Europa e China.

A versão premium do carro será capaz de acelerar de 0 a 96 km/h em 3,5 segundos e chegar na velocidade máxima de 241 km/h. Sua autonomia máxima – o quanto o carro elétrico é capaz de andar por recarga – será de 450 km. Chamado de “Performance”, o modelo mais equipado do Model Y terá dois motores e custará US$ 55.700 (cerca de R$ 214 mil sem impostos).

Já a versão mais simples do Model Y terá o preço de US$ 39 mil (R$ 150 mil na conversão). Ele atingirá de 0 a 96 km/h em 5,9 segundos e terá a velocidade máxima de 193 km/h. A autonomia também será menor, de 370 km/h.

Das quatro especificações disponíveis do veículo, a versão premium e a secundária serão produzidas primeiro, em 2020. Já as outras duas categorias – incluindo a versão mais simples – deverão vir ao mercado apenas em 2021.

Segundo a Tesla, o veículo será completamente autônomo, sendo capaz de dirigir sozinho pelas ruas e estradas. Além disso, ele também poderá sair do estacionamento e encontrar o motorista sozinho.

O evento

Após o lançamento do veículo no evento, a Tesla abriu reservas para o Model Y. Elas possuem o valor de US$ 2.500 e farão parte do pagamento total do carro posteriormente.

Mas, além do carro, algo que roubou a cena no evento foram os pés do Elon Musk. Ele usava um tênis preto da Nike customizado com detalhes em vermelho, inclusive com o símbolo da Tesla, e recebeu elogios.

O empreendedor também falou sobre os “Supercharges” – carregadores rápidos para os veículos da Tesla. Convidados do evento pediram que fossem construídas estações de carregamento no Cazaquistão e o presidente-executivo da Tesla deu risada, mas afirmou que existem muitos pedidos por carros da Tesla no país. Mais tarde, no Twitter, Musk comentou essa questão mencionando uma “rota de Londres à Pequim”, na China.