Tesla adquire Maxwell, empresa de ultracapacitores, por US$ 218 milhões

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

5 de fevereiro de 2019 às 07:00 - Atualizado há 2 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

A Tesla está adquirindo a empresa de tecnologia em baterias Maxwell Technologies Inc. Cada ação da Maxwell foi precificada em US$ 4,75, totalizando cerca de US$ 218 milhões. Como parte da negociação, cada ação dos investidores da Maxwell será recompensada por uma fração de ações da Tesla.

A fusão da Maxwell Tecnologies à Tesla deverá ser concluída no segundo trimestre deste ano, a depender da aprovação dos reguladores. A oferta foi aprovada com unanimidade pelos diretores da empresa de tecnologia.

Criada em 1965, a Maxwell Tecnologies possui sede em San Diego, na Califórnia. Seu principal foco de atuação são os ultracapacitores, dispositivos eletroquímicos que guardam uma grande quantidade de energia.

Ultracapacitores

Musk já havia expressado o interesse de trabalhar com ultracapacitores em 2013. Na época, ele respondeu a um usuário do Twitter que teria cogitado até realizar o PhD em Stanford com esse tema.

Os ultracapacitores são interessantes para o setor de veículos elétricos porque eles podem ser carregados com uma velocidade mais rápida em comparação às baterias. Além disso, eles também suportam altas temperaturas e possuem lenta degradação.