WhatsApp bloqueado novamente! Já pode pedir música no Fantástico…

Da Redação

Por Da Redação

19 de julho de 2016 às 14:00 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Havia pensado em outro nome para esse texto, “É hora do WhatsApp abandonar o Brasil”. Contudo, por mais caótico que ele seria, não vejo o WhatsApp abandonando um de seus principais mercados. Deveria. O Brasil é um lugar inóspito para o mundo da tecnologia, me parece.

Pense bem, é a terceira vez que o Whats é bloqueado no Brasil. Já pode pedir música no Fantástico. Imagino que a música escolhida seria “Help!” dos Beatles. Certamente o aplicativo precisa de ajuda por aqui. Veja bem, além dos três bloqueios, um vice-presidente do Facebook chegou a ser preso por conta da “recusa de entregar as informações”.

O Whats não tem a informação que o governo brasileiro quer. Ele criptografa as mensagens e, por enquanto, isso ainda é legal. A Índia discute a proibição do tema, o que seria um enorme retrocesso. Nós, não. Só exigimos que o Whats entregue o que ele não tem. Não dá para pedir uma bola de futebol em um McDonald’s (mas arroz e feijão, pode).

Claro, existem coisas excelentes que acontecem aqui no Brasil: o ecossistema está se fortalecendo, temos excelentes startups e a CVM iniciou um processo regulatório que deverá fazer com que investir no Brasil seja mais fácil. Contudo, nem as autoridades mais altas do País entendem bem a tecnologia. Basta ver a Dilma escorregando no conceito de “nuvem”.

É hora do governo brasileiro tomar uma atitude sobre isso e começar a estimular o pensamento da vanguarda tecnológica. Isso significa que juízes precisam PARAR de bloquear o WhatsApp por ele funcionar PERFEITAMENTE. Hora de ensinar para eles o que significa tecnologia, assim como reguladores e todo o aparato burocrático do estado brasileiro.

E se os legisladores assim preferirem (e terem legitimidade do povo), proibirem que o WhatsApp funcione da forma que ele funciona e obrigá-lo a guardar as mensagens. Espero que isso não aconteça, mas são os representantes do povo que podem versar sobre esse assunto, não juízes.

Vivemos uma revolução tecnológica que incomoda grandes empresas, que muda a maneira das coisas serem feitas. Não podemos deixar a ignorância atrasar nosso pensamento.

Depois de malhar a Dilma, me permita elogiar o Fernando Haddad – prefeito de São Paul0 -, que passou por cima dos taxistas e pressionou pela legalização do Uber, efetiva hoje, na mesma data que punimos o WhatsApp por ser bom demais.

Não acho que o WhatsApp (e o Facebook, seu dono) desistiriam tão fácil do Brasil por conta de algumas decisões judiciais equivocadas. Mas espero que esses bloqueios não continuem a serem feitos por muito tempo… é hora do judiciário brasileiro aceitar a tecnologia, mesmo quando ela está em uso por contraventores.

Mensagem do Editor
Ei, tudo bom?
Gostaria de agradecer pela visita! Meu nome é Felipe Moreno, sou editor-chefe do StartSe e, como muito de vocês, dono de uma (minúscula) startup de mídia.
E vou te fazer um pequeno convite: vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui embaixo e eu vou te enviar alguns e-mails para você com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um empreendedor, funcionário, investidor ou apenas interessado neste maravilhoso mundo!
É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Conto muito com a presença de vocês neste papo!
[php snippet=5]